10 truques (eficazes) que as lojas utilizam para nos fazer gastar mais dinheiro

Já alguma vez entrou numa loja para comprar apenas um artigo e saiu de lá com um carrinho cheio de produtos? Perceba porquê

Os últimos meses têm sido altamente desafiantes para inúmeras industrias. O confinamento recomendado levou muitas pessoas a permanecer mais em casa e não sair tanto à ruas. Lojas e restaurantes sofreram enormes perdas no seu negócio.

Numa fase em que o período de Natal está já a chegar, o comércio vê-se agora obrigado a encontrar uma série de novas estratégias para conseguir estimular o consumo tanto presencial como online. A verdade é que sempre existiram pequenos truques que estas empresas utilizaram para nos fazer gastar mais dinheiro. A Black Friday é um bom exemplo disso mesmo.

[Leia também: 5 dicas para fazer compras online de uma forma segura]

Descubra agora outros exemplos de estratégias criativas que as lojas utilizam para o convencer a abrir a carteira. Esteja atento a estes esquemas e tente não se deixe influenciar.

 

  1. Free Shipping (portes grátis)

Este é sem dúvida um dos truques mais eficazes da atualidade. As lojas utilizam este incentivo para convencer os consumidores a comprar nas suas plataformas ou para gastar um pouco mais dinheiro. Normalmente podemos até estar apenas interessados num artigo que custe 20€, mas se soubermos que não vamos pagar portes a partir dos 50€ o mais provável é que isso sirva de “desculpa” para adicionar mais uns quantos artigos ao carrinho.

 

  1. Desconto de boas-vindas

Quando acedemos a um determinado site pela primeira vez o mais provável é recebermos um qualquer desconto especial de boas-vindas na nossa primeira compra. Este é um incentivo adicional para que efetue a sua compra ou para que gaste ainda mais dinheiro. Basta que o desconto seja de 10% para nos convencermos de que estamos a fazer um bom negócio.

 

  1. Artigos adicionais que pode gostar

Quando estamos prontos para finalizar a nossa compra é comum existir um passo intermédio que nos vai mostrar um conjunto de artigos complementares que podemos adicionar à nossa compra. Este é o último esforço da loja online para conseguir que gaste um pouco mais dinheiro. Muitas vezes estas recomendações são feitas utilizando dados do seu histórico de pesquisa pelo que conseguem ser muito eficazes.

 

  1. Artigos essenciais no fundo da loja

O comércio tradicional sempre utilizou pequenos truques para promover um maior consumo no interior da loja. Precisa de um qualquer artigo essencial? O mais provável é que esteja localizado no fundo da loja, obrigando-o a passar por uma série de outros corredores que vão apresentar promoções e produtos “irresistíveis”. O posicionamento de cada produto é sempre uma decisão estratégica e comercial, nada está num determinado sítio por acaso.

 

  1. Carrinhos de compras à entrada

Quando vamos ao supermercado é natural que seja preciso um carrinho de compras. No entanto quando vamos a uma loja de retalho esta decisão não é tão óbvia. No entanto muitas lojas colocam carrinhos à entrada para tentar estimular a compra de mais artigos. Com um carrinho será mais fácil convencer-se a trazer outros produtos, nem que seja para o encher um pouco.

 

  1. Artigos de impulso ao nível dos olhos

Os produtos mais saudáveis, em promoção ou que oferecem às lojas um menor lucro nunca se encontram na localização mais acessível. Normalmente estão no topo ou na parte de baixo das prateleiras, obrigando a que faça um maior esforço para os alcançar. Já os artigos que oferecem mais lucros às lojas estão habitualmente sempre na prateleira do meio, alinhado com o nível dos seus olhos, prontos a cativar a sua atenção.

 

  1. Promoções com um twist

Quando chega uma nova promoção temos tendência a sentir um impulso para a aproveitar. A verdade é que nem sempre estes momentos de compra significam bons negócios. Normalmente as lojas vão tentar não oferecer simplesmente um desconto direto. Em alternativa vão utilizar estratégias como “Pague um, leve dois” ou “desconto de 10€ em compras superiores a 50€”. Isto são tudo esquemas para conseguir que gaste mais do que necessário.

 

  1. Ambiente confortável

Todo o ambiente de loja é pensado para estimular consumo. Desde a música, ao cheiro ou à decoração. Tudo é pensado para conseguir que permaneça mais tempo na loja e que compre mais artigos.

 

  1. Programas de fidelização

Este é uma das formas mais clássicas de angariar clientes recorrentes. Os cartões de pontos ou de fidelização são capazes de convencer qualquer um a privilegiar as suas compras num determinado local que ofereça vantagens. Este tipo de cartão oferece descontos ou até artigos grátis após um número “x” de compras.  Oferece igualmente uma sensação de exclusividade muito atraente.

 

  1. Vários expositores logo à entrada

Temos tendência a adicionar artigos desnecessários ao carrinho mal entramos numa superfície comercial. Mais tarde quando o carrinho já está cheio com as coisas que realmente precisamos é mais difícil convencer o consumidor a adicionar ainda mais coisas. As lojas sabem disso e é por esta razão que existem normalmente diversos expositores especiais à entrada dos supermercados e lojas.

 

 

 

[Leia também: Das compras online até ao desperdício alimentar. Estes são os 10 hábitos que prejudicam mais o planeta]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...