5 dicas (simples) para proteger os seus olhos à medida que envelhece

Se quiser evitar problemas graves leia isto. Vamos ser honestos, o mais provável é que depois dos 50 anos já não veja tão bem.

É natural que a partir de uma certa idade a sua capacidade visual sofra um pouco. Uma vista enublada, pouco definida são alguns dos sintomas mais habituais de meia idade. Nestes casos pode ser prescrito o uso de óculos para ver ao perto ou ao longe. A justificação para esta degradação é simples.

A partir de uma certa idade as “lentes” nos nossos olhos tornam-se menos flexíveis e gastam-se com maior facilidade, dificultando a capacidade de ver certos objetos. Apesar de esta ser uma condição frequente, não significa que seja sempre natural. A perda de alguma visão pode ser um sintoma de algo mais grave. Certas doenças degenerativas, como as cataratas, o glaucoma ou retinopatia diabética podem afetar a população mais envelhecida. Sendo certos que não existem nenhuns truques milagrosos para salvar a sua visão de todos os problemas, existem algumas coisas que pode fazer para reduzir o seu risco de sofrer uma degeneração ocular.

1. Conheça as sua probabilidades e historial familiar

Um recente inquérito da Universidade de Michigan revelou que cerca de 89% dos adultos mais velhos sabem que devem fazer exames regulares, no entanto acabam frequentemente por os adiar. Isto é um problema, na medida em que grande parte das doenças que afetam os seus olhos não revelam grandes sintomas nas fases iniciais. É assim fundamental que a partir dos 40 anos, faça um exame regular e completo no mínimo de 3 em 3 anos. Dependendo dos seus fatores de risco este intervalo deverá ser menor. Caso sofra de diabetes deverá estar especialmente atento. O seu historial familiar pode também contribuir para um maior risco associado. É conhecido que as famílias de etnia africana têm maior probabilidade de sofrer com glaucoma ou retinopatia diabética. Já os caucasianos sofrem mais com degenerações macular provocadas pela idade.

2. Desenvolva bons hábitos de saúde ocular

Praticamente tudo aquilo que possa fazer para melhor a sua saúde em geral, contribui também para uma maior saúde ocular. Melhore a sua dieta. Aposte num maior consumo de vegetais e frutas cítricas. O salmão e o atum são fontes ricas em Omega-3, um tipo bom de gordura associado a uma melhor capacidade ocular. Faça mais exercício. Isto irá reduzir o seu risco de glaucoma. Procure ainda não beber álcool tão excessivamente nem fumar cigarros, pois estes dois hábitos estão associados a um maior risco de problemas de saúde que afetam os seus olhos.

3. Use óculos de sol durante todo o ano

Não, estes tipos de óculos não servem apenas para lhe acrescentar mais estilo no verão. Uns bons óculos de sol, são essenciais para proteger os seus olhos. Reduzindo a exposição solar e diminuído o risco associado à degeneração macular e às cataratas. Escolha lentes que protejam contra raios UV-A e UV-B. Adicionalmente não se esqueça de sair de casa com os seus óculos mesmo durante o inverno. Lembre-se: os raios de sol são perigosos durante todo o ano.

4. Pare de olhar tanto para os écrans

Apesar de não existirem ainda provas definitivas que associem um uso intensivo de computador a danos permanentes nos seus olhos, é certo que os écrans podem cansar muito a sua visão. Muito tempo passado a olhar para um ecrã pode ainda resultar numa maior dificuldade focar o seu olhar. Os especialistas recomendam que siga a regra 20/20/20. Ou seja, de 20 em 20 minutos foque o seu olhar em outra coisa que esteja bem longe (a cerca de 6 metros… ou 20ft) do seu écran.

5. Marque os seus exames

Por último, nunca é demais reforçar: marque com regularidade um check up ocular. Esta será a única forma de acompanhar de que forma o seu envelhecimento poderá estar a condicionar a sua visão. Quanto mais cedo forem detetados os problemas, mais fácil será reduzir os sintomas da sua degradação ocular.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...