Afinal, quais são as consequências de viver com dor crónica?

Muito mais do que uma simples e constante dor, esta é uma problemática que pode afetar todos os aspetos da nossa vida.

A dor crónica caracteriza-se por ser um problema persistente ou recorrente, sem relação temporal com a sua causa nem com duração mínima definida. Muitas vezes, não há qualquer lesão aparente que a justifique, envolvendo outros sintomas que contribuem para a sua complexidade e tornando menos provável a possibilidade de cura.

Ao contrário da dor aguda, não tem qualquer utilidade. Os seus efeitos, tal como explica o portal Lusíadas, são sempre negativos, podendo por vezes ser devastadores, tanto pelo sofrimento do doente como pelas pessoas com quem se relaciona.

[Leia também: Dor no calcanhar? Eis as 5 principais causas que deve conhecer]

Além do sofrimento causado, este é um problema médico que tem repercussões tanto na saúde física como na saúde mental. Pode levar a alterações do sistema imunitário, baixando as defesas do organismo. É frequente provocar cansaço, distúrbios do sono, perturbações do apetite, problemas intestinais, diminuição da libido, ansiedade e depressão.

Eis alguns dos exemplos mais marcantes de consequências associadas à vida de uma vítima de dor crónica.

 

  1. Falta de sono

É frequente que as pessoas que mais sofrem de dor crónica tenham dificuldade em encontrar uma posição para dormir que minimize a dor que sentem. Isto pode determinar que têm uma maior dificuldade em adormecer e dormir uma noite descansada. É comum acordar a meio da noite por causa da dor, obrigando a uma alteração da posição na cama.

 

  1. Impaciência

Quando qualquer tipo de movimento provoca dor, é compreensível que seja muito difícil concretizar qualquer tipo de tarefa de uma forma rápida ou eficaz. Isto pode gerar uma enorme frustração. As pessoas tornam-se mais impacientes pois procuram insistir em fazer certas coisas que se demonstram cada vez mais exigentes. É necessário que se fortaleça a compaixão e a paciência de forma a entender as limitações.

 

  1. Irritação

A sensação de dor pode causar uma maior irritabilidade. A verdade é que a falta de paciência pode ser demonstrada através de manifestações mais intempestivas e agressivas para com os outros. Os familiares mais próximos e parceiros amorosos são quem habitualmente mais sofre como este tipo de situações. É fundamental que a pessoa que sofre os estados de dor aprenda a reconhecer de uma forma mais graciosa o seu próprio sofrimento. É um processo longo e difícil de aceitação que todavia poderá contribuir para um maior bem-estar emocional.

 

  1. Cansaço

O cansaço pode ser frequentemente causado pela falta de horas de sono. Todavia existe um outro tipo de cansaço provocado pelo desgaste da dor ao longo do dia. Este é um cansaço tanto físico como emocional. Muitas destas pessoas são obrigadas a encontrar formas alternativas de aliviar os seus sintomas. Distrações simples que passam por ouvir música, dormir uma sesta ou tomar um banho, por exemplo.

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...