Artrite reumatoide: estes são os sinais a que deve estar atento

Um diagnóstico e tratamento rápido poderá fazer toda a diferença para evitar as consequências mais sérias.

O nosso sistema imunitário está programado para nos proteger contra quaisquer infeções que possam surgir. No entanto, nos casos das pessoas que sofrem com Artrite Reumatoide (AR), o sistema imunitário passa a funcionar ao contrário e começa a “atacar” o organismo.

Este é uma doença autoimune que atinge 3 vezes mais mulheres do que homens. Segundo o Instituto Português de Reumatologia (IPR), estima-se que a Artrite Reumatoide (AR) afete cerca de 50 a 60 mil portugueses.

[Leia também: 10 formas (eficazes) de reduzir a dor nas articulações]

No sexo feminino surge, geralmente, entre os 30 e os 60 anos, sendo o seu pico de incidência na menopausa. No masculino, tende a revelar-se mais tarde. Contudo, a AR pode aparecer em qualquer idade.

É possível que em alguns caso os sintomas sejam bastante suaves, quase impercetíveis. No entanto em outros casos a dor, rigidez muscular, inflamação e vermelhidão podem ser provocados por esta doença. Estes sintomas tendem a começar nos dedos e mais tarde espalham-se para outras articulações.

Antes destes efeitos mais negativos é possível identificar alguns sinais precoces de que algo pode não estar bem com o seu organismo. Eis alguns dos aspetos mais relevantes a que deve estar atento.

 

  1. Fatiga
  2. Rigidez matinal nas articulações
  3. Rigidez nas articulações momentânea durante o dia
  4. Febre provocada por inflamação
  5. Inchaço ou dor nas articulações
  6. Formigueiro ou dormência nos pés e mãos
  7. Perda de mobilidade
  8. Dor simétrica nas duas partes do corpo
  9. Ganho de peso injustificado

 

Caso verifique a existência destes sintomas então procure consultar o seu médico de forma a obter um diagnóstico formal.

Apesar de não existir uma cura absoluta para esta doença, é fundamental que inicie um tratamento rápido e preventivo, capaz de minimizar alguns dos sintomas mais negativos e prevenir o progredir do problema. Anti-inflamatórios e alguns tipos de esteroides poderão aqui ser utilizados para reduzir a inflamação e o dano nas articulações.

 

 

[Leia também: Pedras nos rins. Eis 5 coisas que precisa mesmo de saber]

 

 

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...