Aumento de peso. 5 questões que podem estar a agravar o problema

Conheça alguns dos principais fatores e questões que deve considerar de forma a perceber o que pode estar a contribuir mais para um inexplicado aumento de peso.

Finalmente decidiu levar a sério o seu objetivo de cuidar melhor do seu corpo e de procurar uma vida mais saudável. Faz exercício físico todos os dias, segue uma rígida dieta alimentar e tudo parece estar a ser executado como planeado. No entanto, quando olha para a balança os números parecem não baixar ou por vezes até aumentar.

O que pode afinal provocar tal situação? A verdade é que existem alguns fatores que podem interferir negativamente com os seus objetivos. Felizmente é possível corrigir alguns destes comportamentos.

Conheça agora alguns dos principais fatores e questões que deve considerar de forma a perceber o que pode estar a contribuir mais para um inexplicado aumento de peso.

 

  1. Quando e quanto está a comer?

O horário e quantidade das suas refeições pode ser tão ou mais importante do que o tipo de ingredientes que ingere. De forma a acelerar a perda de peso é fundamental que evite comer refeições completas à noite. Experimente jejum intermitente ou escolha jantar bem mais cedo do que o normal de forma a garantir um metabolismo mais eficaz.

De resto tenha muita atenção às quantidades que ingere. Até os alimentos mais saudáveis – quando consumidos em excesso – podem acabar por contribuir para um considerável aumento de peso.

 

  1. Como está a sua saúde intestinal?

Uma saudável flora intestinal pode ser determinante para o seu processo digestivo. Os probióticos e as bactérias saudáveis são fundamentais para restabelecer o equilíbrio intestinal, podendo igualmente influenciar a perda de peso. Estes “agentes” ajudam a proteger a digestão e são cruciais para absorção dos nutrientes que o organismo mais necessita. Caso sofra problemas intestinais pode ser recomendado a toma de capsulas de probióticos e prebióticos, no entanto deve sempre consultar um médico capaz de oferecer um diagnóstico mais detalhado.

 

  1. A medicação pode estar a influenciar os resultados?

Alguns investigadores referem que cerca de 10-15% de todos os problemas de peso estão associados à toma de medicação. Comprimidos para as alergias, para a depressão, esteroides, diabetes podem afetar a regulação do seu peso corporal. Sendo certo que obviamente não deve nunca deixar de tomar estes comprimidos, pode tentar em conjunto com o seu médico, encontrar alternativas terapêuticas que não afetem tanto o seu peso.

 

  1. Tem-se movimentado o suficiente?

Sobretudo à medida que envelhecemos é fundamental procurar garantir que nos continuamos a movimentar regularmente. Uma vida pouco ativa pode ser suficiente para impedir uma desejada perda de peso. Experimente caminhar um pouco mais todos os dias, faça exercício físico de forma regular, não fique muito tempo sentado, privilegie as escadas ao invés do elevador. Qualquer movimento pode ajudar!

 

  1. Como está o seu stress?

Quando estamos mais stressados o nosso corpo começa a produzir mais cortisol e outras hormonas de stress. O resultado? Uma pressão arterial mais elevada, um ritmo cardíaco mais acelerado e muitas vezes também um maior desejo de comer. O nosso organismo acredita que é necessária uma maior ingestão de calorias para lidar com o perigo e com o stress. Deve procurar cumprir um conjunto de técnicas – tais como meditação, respiração profunda e melhor sono – capazes de ajudar a promover um maior relaxamento.

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...