A importância de uma dieta vegetariana para a boa forma física

Uma dieta rica em vegetais e sem derivados animais, permite ter maior rendimento físico.

Nutricionistas alertam que os seres humanos devem ingerir de forma equilibrada carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e água. A ausência de um desses grupos de nutrientes pode criar um efeito negativo na saúde.

As carnes vermelhas oferecem proteínas de alta qualidade, especialmente em quem faz muito exercício físico ou quer melhorar o rendimento atlético. Com efeito, as carnes, geralmente, têm um papel predominante graças ao número de nutrientes importantes que contêm, tais como proteínas em grande quantidade e qualidade, ferro, vitamina B12 e zinco.

Por isso, durante muito tempo, os termos atleta e vegetariano eram vistos como paradoxais, mas cada vez mais profissionais do mundo do desporto (e não só) mantêm a boa forma física à base de dietas que não contêm proteínas animais.

A história mais conhecida que relaciona sucesso desportivo com um tipo de alimentação é, sem dúvida, a de Carl Lewis. O atleta norte-americano, que conquistou o recorde dos 100 metros no Campeonato Mundial de Tóquio de 1991, tinha adotado no ano anterior uma dieta vegan (diferente de vegetariana, pois implica que não consumir nada de origem animal).A importância de uma dieta vegetariana para a boa forma física

O que acontece, então, ao corpo de quem tem uma alimentação mais rica em vegetais ou que não tem qualquer derivado animal? Consegue, afinal, obter o mesmo desempenho físico?

 

Alguns exemplos

Um ícone das corridas, Bart Yasso, que já completou maratonas em todos os continentes, retirou-se em 2017 com 60 anos e é vegetariano. Brendan Brazier, 43 anos, antigo triatleta Ironman (das provas desportivas mais completas e complicadas de terminar), é outro exemplo, entre muitos, que optaram por trocar de dietas alimentares.

Patrik Baboumian, 39 anos, é o mais jovem desta lista de exemplos. O atleta, nascido no Irão, tornou-se vegetariano em 2005 e deixou de vez os alimentos com origem animal em 2011.Ganhou o título de homem mais forte da Alemanha precisamente nesse ano. Dois anos depois, quebrou um recorde mundial ao carregar 550 kg por uma distância de 10 metros.

Mike Tyson é, talvez, o nome mais conhecido. Foi o mais jovem campeão mundial de Boxe, quando tinha 20 anos. O antigo pugilista norte-americano tem 52 anos e tornou-se vegan em 2009, aquando de uma reabilitação de drogas e álcool.

Rich Roll, de 53 anos, tem sido uma inspiração para as pessoas em todo o mundo como um exemplo transformador de vida corajosa e saudável. O atleta norte-americano faz uma alimentação baseada exclusivamente em vegetais, com rotinas de exercício em áreas variadas como natação, ciclismo, corrida e ioga.

A importância de uma dieta vegetariana para a boa forma físicaNo feminino, também há nomes para destacar. Entre elas, está o da antiga atleta, Debbi Lawrence, atualmente com 57 anos. O seu maior feito foi quando estabeleceu o recorde da prova de atletismo dos 10 quilómetros (45:03), no Campeonato Mundial em Gotemburgo, na Suécia, em 1995, A norte-americana é vegetariana e afirma que todo o seu sucesso atlético se deve em grande parte à dieta vegetariana.

Por fim, fica o caso de Frank Medrano, de 60 anos, conhecido por ser um impulsionador de um tipo de exercício físico já bastante antig: a calistenia (prática de alguns exercícios utilizando apenas a força corporal, com recursos a objetos simples, como apoios e barras). Em 2010, Frank aprendeu sobre os benefícios de ser vegetariano, reconhecendo que lhe deu «mais energia, uma recuperação mais rápida e um físico mais saudável».

Parece, então, que a resposta para a pergunta é simples: é possível ter um bom rendimento físico, mesmo que a alimentação seja baseada apenas em vegetais.

Assim, deixamos-lhe algumas dicas a uma mais rápida e eficiente transição para uma dieta vegetariana:

  1. Fique atento às substituições alimentares e faça a adequação calórica consumida
  2. Não entre em paranoias com a proteína
  3. Informe-se bem sobre dietas vegetarianas
  4. Não confie tanto nos restaurantes e tenha maior preocupação em cozinhar para si
  5. Crie uma rede de amigos capaz de o apoiar
Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...