Autoexame e consultas de rotina ajudam na prevenção do cancro oral

Hoje, 4 de fevereiro, é Dia Mundial de Luta contra o Cancro.

Este é o sexto tipo de cancro mais comum em Portugal e no mundo. Saiba que, juntamente com a ida regular ao médico dentista, os seus cuidados pessoais de higiene, também, podem ajudar na realização de um diagnóstico precoce. O médico dentista, João Braga, do Best Quality Dental Centers (BQDC), alerta para a necessidade de reforçar a prevenção, a propósito do Dia Mundial de Luta contra o Cancro.

Com efeito, além de um estilo de vida mais saudável, com visitas regulares ao seu médico dentista, «as pessoas devem adotar cuidados diários de higiene oral (escovar os dentes e gengivas pelo menos duas vezes por dia, usar fio dentário e escovilhões, higienizar a língua)», advertiu. Devem, também, «evitar a exposição solar direta, usar um creme labial com proteção para a radiação solar e efetuar a vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV)», acrescentou o médico dentista do BQDC.

Uma boa saúde oral é essencial, tanto na prevenção como após o diagnóstico da doença oncológica, fase em que o especialista do grupo BQDC sugere que se evitem alimentos picantes, crocantes e ácidos, «dando preferência a alimentos moles e fáceis de mastigar», a fim de prevenir o aparecimento de úlceras e feridas. Do mesmo modo que aconselha a contínua presença às consultas médicas.

João Braga considera que «os doentes portugueses com cancro ainda não estão completamente sensíveis para a importância da saúde oral», apesar de atualmente, as equipas médicas alertarem mais para o seu tratamento e bem-estar, pois «há uma tendência para se preocuparem apenas com os problemas mais graves e negligenciar tudo o resto», constata o especialista.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Mark Ronson desvenda futuro dos vídeos de música
Automonitor
Donkervoort celebra os 70 anos do fundador com o D8 GTO-JD70