Quer melhorar a sua concentração? Como (já) estes alimentos

A alimentação desempenha um papel fulcral na nossa função cognitiva.

Todos os dias são publicados artigos que apresentam os inúmeros benefícios de certos alimentos para a nossa saúde. De facto uma escolha criteriosa em relação à nossa dieta quotidiana poderá ser capaz de fazer toda a diferença na forma como nos sentimos e movimentamos.

Sobretudo à medida que envelhecemos torna-se mais importante fazer boas escolhas alimentares. Sendo certo que a perda de algumas funções cerebrais é um dos maiores riscos associados a este processo, quais são então os alimentos que devemos privilegiar para retardar este infeliz resultado?

Eis uma listagem de alguns dos alimentos que deve acrescentar à sua dieta e cujos benefícios prometem “aguçar” a sua concentração e capacidade cognitiva, protegendo assim a sua saúde cerebral.

 

  1. Cafeína

Não existe nenhum ingrediente milagroso capaz de aumentar a sua inteligência, no entanto substância como a cafeína podem oferecer importantes doses de energia e concentração. Presente no café, nos chocolates, bebidas energéticas, a cafeína gera um imediato boost de energia, que todavia dura pouco tempo. Deve ser consumida com moderação.

 

  1. Açúcar

A glucose tende a ser o “combustível” preferencial do nosso cérebro. É obtida através da ingestão de alimentos com açúcar ou carbo-hidratos. Um simples copo de sumo de laranja contém níveis suficientes de açúcar naturais para gerar melhores respostas cognitivas.

 

  1. Peixe

Esta é uma fonte de proteína perfeita para auxiliar a atividade do nosso cérebro. Os ácidos graxos ómega-3 são um importante reforço para a correta saúde cerebral. Uma dieta rica neste tipo de gorduras está associada à diminuição do risco de demência e ao reforço da capacidade de memória.

 

  1. Dose diária de chocolate e nozes

As nozes e as sementes são boas fontes de antioxidantes vitamina E, muito associados a um menor declínio cognitivo. O chocolate negro é outro ingrediente repleto de importantes antioxidantes, contendo igualmente estimulantes naturais como a cafeína.

 

  1. Abacate e cereais integrais

O cérebro, tal como todos os outros órgãos, está dependente de uma boa circulação sanguínea. Assim torna-se fundamental proteger a saúde do coração. Uma dieta rica em cereais integrais e frutos como o abacate irá ajudar não só a diminuir o risco de doença cardíaca como também a diminuir o mau colesterol. Isto irá fortalecer a circulação sanguínea e por sua vez também as células cerebrais.

 

  1. Mirtilo

Os estudos realizados em animais apontam para a forma como os mirtilos podem ser capazes de proteger o cérebro contra radicais livres e contra o evoluir de doenças como o Alzheimer ou demência. Uma dieta rica neste tipo de fruto demonstrou ter um efeito positivo na função muscular de ratos mais envelhecidos.

 

  1. Vitaminas, minerais e suplementos?

Atualmente o mercado dos suplementos encontra-se em franca expansão. Sendo certos que muitos estudos apontam indícios promissores em relação aos efeitos positivos no cérebro que certos suplementos de vitamina B,C,E, betacaroteno e magnésio podem ter, a verdade é que isto apenas é eficaz para quem regista um défice destes específicos nutrientes na sua dieta. É sempre recomendado que consulte uma opinião médica antes de iniciar a toma de qualquer suplemento.

 

 

 

Ler Mais


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

88 + = 98