5 dicas para realizar as resoluções de ano novo

Época de términos, começos ou recomeços, janeiro é o momento ideal para definir metas pessoais e profissionais.

Desde finalizar um projeto antigo, a começar um novo passatempo ou a recomeçar um trabalho que ficou esquecido na gaveta, as hipóteses para resoluções são muitas.

Assim e com o apoio destas 5 linhas orientadoras, segundo um levantamento de ideias realizado pela BBC News, vai conseguir levar a bom porto os objetivos delineados.

  1. Tenha objetivos realistas

Está mais próximo do sucesso quando os seus objetivos são realistas. Pensar em alvos desproporcionais ou inatingíveis pode ser irrealista e conduzi-lo durante o novo ano sob falsas expectativas.

É melhor começar com objetivos simples para posteriormente poder evoluir para resoluções mais difíceis de atingir.

  1. Pense em metas específicas

Faça um plano concreto para as atingir, pois é importante ponderar os detalhes. Vai sentir-se mais seguro e estimulado a seguir o que planeou se tiver pensado em todos os detalhes.

Mas não se esqueça que imprevistos acontecem e não pode ficar desanimado se, por acaso, algo não correr como esperado.

  1. Experimente objetivos comuns

Partilhar objetivos com mais pessoas pode ser uma boa fonte de motivação. Tornar públicos os seus compromissos também pode ajudar a que se sinta mais empenhado na sua execução, pois o peso de ter público pode reforçar a sua vontade.

Quem o diz é um filósofo da Universidade Warwick, no Reino Unido, John Michael, que estuda os fatores sociais envolvidos na criação e manutenção de compromissos. Ou seja, podemos estar mais vocacionados a cumprir os objetivos que também sejam vistos como relevantes para outras pessoas.

  1. Faça promessas de médio a longo prazo

As resoluções, que não são efémeras, pedem mais da nossa concentração e determinação, e podem mesmo dar mais prazer levar até ao fim a realização do objetivo.

Tenha um objetivo que lhe interesse, elabore um plano detalhado desde o primeiro dia. Não tenha pressas ou receio de pedir ajuda para enfrentar os obstáculos, que surgem ao longo do caminho.

  1. Paciência e controlo face aos erros

Apesar de tentarmos sempre evitá-los, os erros acontecem e até são o que mais valorizam, quando no final chegamos à meta a que nos propusemos.

Durante a execução, quando as falhas acontecem, tire um momento para reavaliar e prossiga com a aprendizagem rumo ao final planeado.

Ora, o início de um novo ano é sempre aquela altura do ano em que as pessoas tendem a fazer esse tipo de desejos para resolver nos 12 meses seguintes. Para mudar e cumprir essas resoluções, é preciso estar motivado e ter força de vontade.

Seja verdadeiro consigo mesmo e celebre as pequenas vitórias.

Artigos relacionados
Comentários