Já ouviu falar em síndrome metabólica? Conheça todos os fatores de risco

Fique a par de tudo.

A síndrome metabólica é caracterizada resistência à ação da insulina, o que obriga o pâncreas a produzir mais esse hormônio

«A síndrome metabólica é um conjunto de fatores de risco, essencialmente cardiovasculares, que têm por base a obesidade abdominal. Os indivíduos portadores desta síndrome estão em risco de desenvolver doença cardiovascular (ataque cardíaco e AVC) e diabetes, mesmo quando os fatores de risco estão apenas ligeiramente elevados», refere o Prof. Doutor Manuel Carrageta, cardiologista e presidente da FPC.

«O diagnóstico de síndrome metabólica pode ser feito quando estão presentes pelo menos três fatores dos cinco seguintes:
obesidade abdominal – perímetro abdominal que exceda 102cm no homem e 88cm na mulher indica gordura abdominal em excesso; triglicéridos iguais ou superiores a 150mg/dl; colesterol das HDL igual ou inferior a 40 mg/dl no homem e a 50 mg/dl na mulher; tensão arterial igual ou superior a 135/85 mmHg; e glicemia em jejum igual ou superior a 100 mg/dl», avança o cardiologista

«A síndrome metabólica não dá sintomas e tem como único sinal a presença de um abdómen proeminente», alerta, revelando que esta condição afeta mais de um terço da população portuguesa adulta».

 


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

52 + = 56