Kirk Douglas: (Re)descubra alguns dos melhores filmes de uma das últimas lendas de Hollywood

O conhecido ator norte-americano morreu esta quarta-feira aos 103 anos. Para trás deixa um legado cinematográfico inesquecível.

Kirk Douglas nem sempre representou um protagonista herói no grande écran. Mas sempre nos conquistou com a sua presença forte e inigualável.

Nascido com o nome Issur Danielovitch em Nova Iorque, Douglas era filho de imigrantes pobres provenientes da Bielorrússia. Na sua carreia longa, ficou conhecido sobretudo pelos seus papéis nos filmes “Lust for Life” e “Spartacus”. Ao todo participou em cerca de 80 longas-metragens.

O homem “com a voz aguda e um físico forte inesquecível” morreu esta quarta-feira aos 103 anos devido a causas naturais. O seu filho – o também ator Michael Douglas – relembrou o pai nas redes sociais como um “humanitário que sempre se comprometeu a lutar pelas causas nas quais acreditava”. Sublinhando que para o resto do Mundo ele ficará sempre conhecido como uma lenda da Era Dourada de Hollywood.

Vale a pena relembrar que durante o auge da sua carreira, depois de protagonizar uma série de sucessos comercias, Kirk Douglas decidiu romper as amarras dos poderosos estúdios de Hollywood e formou a sua própria produtora. Tendo depois decidido trabalhar com nomes como Stanley Kubrick ou Dalton Trumbo.

Com os seus mais de 80 filmes, o ator norte americano criou uma das mais longas e brilhantes carreiras do Cinema. Relembre agora alguns dos seus filmes mais marcantes, que porventura ilustram da melhor forma todos os seus dotes e magnetismo.

“Out of the Past” – 1947

Este foi apenas o seu segundo filme e é considerado por muitos como um dos maiores clássicos do género “noir”. Realizado por Jacques Torneur, este filme conta uma intensa história de crime. A personagem de Douglas é a de um chefe criminoso que procura contratar alguém para fazer um serviço.

“Young Man With a Horn” – 1950

Aqui Douglas representa um homem que se recusa a jogar pelas regras. Inspirada na história de vida do solista de jazz Bix Beiderbecke, este filme começa mostrando a vida de um pobre órfão que procura poupar dinheiro para comprar um trompete. Mais tarde irá tornar-se num prodigioso músico que irá viver uma vida tumultuosa.

“The Bad and the Beautiful” – 1952

Este filme do realizador Vincente Minnelli é um drama que relata a carreira de um produtor de cinema sem escrúpulos e a forma como ele lançou – e mais tarde destruiu – três outros profissionais da indústria. Cansados de trabalhar com este produtor (interpretado por Douglas), juram nunca mais colaborar com ele mas a verdade é que isso se tornará mais difícil do que eles poderiam imaginar.

“Lust for Life” – 1956

Neste filme, Kirk Douglas volta a colaborar com Vincente Minnelli para agora contar a história de Van Gogh. Seguindo a forma como a obsessão deste artista acabou por dar origem à sua própria ruína. “Lust for Life” é provavelmente mais lembrado pelas cenas em que Van Gogh e o seu amigo Paul Gauguin (interpretado por Anthony Quinn) disputam uma intensa rivalidade.

“Spartacus” – 1960

Este será porventura o mais conhecido filme de toda a carreira de Kirk Douglas. Realizado por Stanley Kubrick, conta uma história inspiradora de luta contra o autoritarismo e do poder dos mais fracos. Este filme acabaria por sintetizar da forma mais adequada o perfil que Douglas acabou por construir ao longo da carreira. Aqui representa uma personagem com um físico imponente, forte, com uma voz intensa e uma personalidade determinada. Tudo isto seriam características que ficariam para sempre associadas ao ator.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...