Lixo recolhido nas praias é arte no Oeiras Parque

Saiba até quando

Entre 21 de setembro e 22 de outubro, o Oeiras Parque vai receber “Art From The Sea”, uma exposição de arte de cariz ecológico, que já percorreu o mundo e que agora estará presente no Shopping da Linha. Da autoria dos artistas Xandi Kreuzeder e João Parrinha, do coletivo artístico Skeleton Sea, esta mostra é constituída por várias esculturas impactantes de grandes dimensões, criadas a partir de lixo recolhido nas praias.

 

Abyss, Miss Flip Flop, Albatross Exhibitionist, Last Tuna II e Innocent Victim são as cinco obras que integram esta exposição, que inclui a representação de um “peixe do futuro” e uma instalação com 250 chinelos diferentes.

 

Estas peças têm como objetivo alertar para a necessidade de mudança da ação humana, que é tão destrutiva para os oceanos, de modo a garantir que estes seres distópicos nunca serão mais do que um produto da imaginação. São um alerta para a realidade atual e um lembrete de que há um futuro à porta, no qual o ecossistema marinho será completamente diferente do que conhecemos atualmente, onde tudo o que resta é o colorido desbotado e inanimado de plásticos abandonados, se não houver cuidados na preservação do mesmo.

 

A exposição assume-se como um veículo de sensibilização e consciencialização para os problemas ambientais e as suas possíveis soluções. É um convite para que se reflita sobre a urgência de um modelo de sociedade e cidadania mais sustentável, que vise a preservação dos ecossistemas. Neste caso em particular, a preservação do ecossistema marinho, tão vital à existência humana.

 

Sendo a Sustentabilidade um dos pilares do Shopping e sendo este proativo em ações que auxiliam todas as gerações (atuais e futuras), o Oeiras Parque, em parceria com o coletivo artístico Skeleton Sea e a curadoria da Out Of Office, pretende chamar a atenção de todos os seus visitantes para a necessidade de conservar os oceanos e as praias. Um lembrete de que todos somos agentes ativos na preservação do nosso planeta.

Ler Mais