Luta contra o desperdício. Eis 10 dicas para começar a revolução em casa

Movimento “Unidos contra o Desperdício” dá o mote para uma campanha que visa reduzir o desperdício das famílias

Nasceu no final de Setembro com o Alto Patrocínio do Presidente da República e já está a pôr mãos à obra, mostrando aos portugueses que o caminho para um planeta mais verde começa em casa. O movimento “Unidos Contra o Desperdício” celebra hoje o Dia Mundial da Alimentação partilhando 10 dicas para reduzir o desperdício das famílias.

Esta é uma das ações que o movimento está a colocar em marcha para envolver os cidadãos, incentivando comportamentos simples e que fazem parte do dia-a-dia. Estimativas apontadas pelo projeto indicam que 40% do desperdício alimentar ocorre a nível doméstico, tornando-se essencial o contributo das famílias.

Adicionalmente, o “Unidos Contra o Desperdício” lança também hoje um desafio nas redes sociais que passa pela publicação da fotografia de um alimento ou de um prato de comida a que se retira um terço. A ideia é alertar para a importância do desperdício, considerando que precisamente um terço da produção alimentar acaba no lixo, a nível mundial.

 

Antes de participar no passatempo, conheça aqui as 10 dicas que prometem ajudar a reduzir o seu desperdício:

 

1. Planeie as refeições e elabore uma lista de compras antes de ir ao supermercado;

 

2. Cozinhe apenas as quantidades necessárias para o número de pessoas que vão consumir a refeição;

 

3. Coloque os produtos com data de validade mais curtas à vista no frigorifico;

 

4. Comece por utilizar os hortícolas e as frutas mais maduras e só depois as mais verdes;

 

5. Utilize a fruta madura para preparar batidos de fruta ou purés de fruta;

 

6. Se tem sobras, invente ou procure receitas que permitam o reaproveitamento;

 

7. Congele a comida confecionada que sobrar ou guarde-a no frigorífico em recipientes apropriados para ser consumida no dia seguinte;

 

8. Aproveite a água da cozedura dos legumes para a sopa;

 

9. Use a casca de alguns produtos hortícolas ou frutas (cebola, limão, laranja, curgete, etc.) para fazer chá ou compotas;

 

10. Partilhe as sobras com amigos, vizinhos, familiares.

 

«Ao longo do ano vão ser apresentadas outras ideias e partilhadas boas práticas, seja a nível doméstico, seja nas empresas de vários sectores, de restauração e hotelaria, da agricultura, da distribuição e da logística», adianta Charlotte Seabra, coordenadora do movimento “Unidos Contra o Desperdício”.

 

 

[Leia também: Das compras online até ao desperdício alimentar. Estes são os 10 hábitos que prejudicam mais o planeta]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...