“O Dia a Seguir” estreia hoje nos cinemas nacionais

Filme desenrola num primeiro momento da Alemanha no pós-guerra em 1946.

Logo após o fim da guerra (1945), as tropas inglesas, encarregues de reconstruir cidades alemãs, encaram um cenário aterrador. As imagens que nos chegaram dessa época criaram uma consciência face aos horrores que se passavam nos campos de concentração nazi.

Este filme de James Kent reporta-nos a esse momento inicial de reconstrução de um país que tinha sido alvo de um dos episódios mais trágicos da humanidade. Mais ao pormenor, no estabelecimento das tropas inglesas na cidade de Hamburgo para garantir a sua recuperação e o fim da ideologia nazi.

Lewis (Jason Clarke) é um coronel britânico destacado nas ruínas de Hamburgo, que tem como missão a reconstrução da cidade e a sua mulher, Rachel Morgan (Keira Knightley), acaba de chegar num inverno rigoroso, para a sua residência provisória.

Porém, quando partem para a sua nova casa, o casal dá conta de que os proprietários originais não são expulsos das suas habitações, sendo apenas confinados ao sótão e condenados a partilhar o lar com o inimigo. Rachel e Lewis vão dividir a mansão com um viúvo alemão (Alexander Skarsgård) e a sua filha problemática.

Nesta atmosfera pesada, a inimizade e tristeza podem dar lugar à paixão e traição.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...