5 (boas) formas de lidar com pessoas arrogantes

Pode ser extremamente desafiante conseguir lidar com todos aqueles que se sentem superiores aos outros.

Uma das formas mais eficazes de nos tornarmos infelizes é quebrar a nossa capacidade de nos relacionarmos com outras pessoas. Deixarmos de as conseguir entender e perder uma sensação de comunhão, de experiência partilhada.

Ora, tal como explica a autora e especialista Andrea Polard (“A Unified Theory of Happiness”), isto acontece exatamente quando nos tornamos arrogantes. Esta “qualidade” cria uma distância entre as pessoas, que parte do pressuposto que, por alguma razão, somos superiores, melhores ou mais capazes.

[Leia também: 10 técnicas para relaxar e (conseguir) viver melhor]

Sendo certo que a arrogância pode permanecer algo escondida e transformar-se numa característica inofensiva, a verdade é que em muitos casos esta qualidade assume um caracter bem mais negativo. Uma pessoa arrogante pode procurar espalhar rumores, humilhar ou ostracizar os outros com o intuito de ressalvar a sua própria superioridade.

Saber lidar eficazmente com este tipo de pessoa é assim ume enorme desafio. Uma pessoa que se imagina melhor e superior a todos os outros representa um risco para o bem-estar e sucesso de uma qualquer família ou organização.

De acordo com Andrea Polard, estas são as 5 estratégias fundamentais que deve seguir caso deseje manter a sua felicidade e impedir que este tipo de pessoa “tóxicas” afete a sua existência.

 

  1. Use a compaixão, mas não tente mudar a pessoa

O desejo de superioridade parte habitualmente de uma enorme lacuna de personalidade e de um conjunto de problema que podem estar relacionados com uma fraca autoestima, uma necessidade inesgotável de obter elogios ou uma falta de empatia. Apenas a própria pessoa poderá resolver este tipo de problemas. Para si, pode ser importante reconhecer as fraquezas inerentes a estes comportamentos mais arrogantes, conseguindo sentir alguma compaixão pela infelicidade do outro.

  1. Comunique diretamente

Por vezes pode ser bastante desarmante assinalar com clareza um comportamento mais arrogante que o desagradou, expressando isso sem agressividade, mas com convicção. Desde que seja feito com o tom certo, perguntar se “está tudo ok para dizer isso?” ou se “algo negativo aconteceu hoje?”, pode ser uma forma de reconhecer que os comportamentos arrogantes estão a afetar o seu bem-estar.

  1. Procure o apoio de um mediador ou de um grupo mais alargado de pessoas

Uma conversação mais exclusiva e direta pode facilmente tornar-se mais confrontacional, como tal pode ser importante contar com o apoio de outras pessoas que consigam ajudar a reduzir um pouco a tensão. Aproveite estes momentos para expressar os seus verdadeiros sentimentos, sabendo que conta com o apoio de outros “aliados”.

  1. Defina limites para reduzir os efeitos mais negativos

Nem sempre podemos escolher com quem trabalhamos ou com quem temos que interagir para resolver um determinado problema, assim é importante que estejamos preparados para lidar com os momentos em que temos que estabelecer uma interação com alguém arrogante. Defina exatamente o tempo que pretende passar em conjunto com esta pessoa, saiba que temas vai abordar, evite todo o tipo de temáticas que possam acabar por perlongar a interação para além do necessário. Seja disciplinado e aprenda a manter uma “distância de segurança”. Em último caso poderá ter que decidir mesmo quebrar relações e evitar por completo o contacto.

  1. Mantenha-se focado e consciente

Independentemente do que possa decidir fazer, é essencial que compreenda as suas opções. Faça tudo da forma mais pensada e deliberada possível. Mantenha-se positivo e retenha a sua bondade. As pessoas arrogantes são capazes de nos irritar e de nos levar a assumir comportamentos mais negativos e rancorosos. Não deixe que isto aconteça. Mantenha os seus objetivos de longo prazo bem presentes e use a compaixão durante todo o processo. Mantenha-se fiel a si próprio, sempre.

 

[Leia também: Quais são os signos das pessoas mais controladoras? Uma astróloga esclarece]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...