Podem estes alimentos saudáveis estar a sabotar a saúde do seu organismo?

O consumo destes produtos não é desaconselhado, mas exige uma maior moderação

“Se algo é bom para nós então mais disso apenas poderá ser ainda melhor”. Apesar de desejarmos que esta afirmação fosse correta, a verdade é que a realidade nem sempre é assim.

A moderação é um conceito de elevada importância. Não serve apenas para limitar o consumo de alimentos mais açucarados ou calóricos. É também importante não exagerar no consumo de certos ingredientes considerados saudáveis. A verdade é que quase tudo em excesso acaba por gerar um resultado adverso ou negativo para o nosso estado de saúde.

Existem, em particular, alguns exemplos de alimentos que devido às suas características e valor nutricional podem representar um maior risco para a nossa saúde se forem consumidos em excesso.

 

  1. Abacate

O fruto “da moda” é agora uma escolha popular para muitas pessoas. Gostamos de comer este ingrediente em tostas ou como guacamole. Apesar do seu elevado valor nutricional e de serem uma excelente fonte de proteína saudável, a verdade é que o abacate tem também níveis bastante elevados de gordura. Ao ser consumido em excesso pode impedir a perda de peso ou promover uma obesidade.

 

  1. Frutos secos

Este é considerado um dos snacks mais saudáveis que podemos escolher para satisfazer a nossa fome a meio da manhã ou ao final da tarde. Sendo certo as nozes, amêndoas, cajus e amendoins estão repletos de benefícios poderosos, a verdade é que, tal como o abacate, também podem registar níveis elevados de gordura. Um consumo excessivo pode fomentar o aumento de peso e atrapalhar o funcionamento do aparelho digestivo.

 

  1. Proteína

Um consumo elevado de proteína pode obrigar a uma atividade excessiva dos rins e prejudicar a absorção de cálcio nos ossos. Dado que a proteína pode ser encontrada numa enorme diversidade de alimentos – tais como a carne, o peixe, os ovos e legumes – é natural que acabemos por a consumir em excesso. Num dia apenas devemos ingerir três doses distintas de proteína.

 

  1. Arroz integral

Este tipo de arroz é uma das fontes alimentares mais comuns de arsénico. Estudos parecem confirmar que uma exposição prolongada a pequenas doses desta substância cancerígena pode aumentar o risco de cancro, ataque cardíaco ou diabetes. Sendo certo que o arroz dose é uma importante fonte de fibra, vitaminas e nutrientes, deve sempre ir alterando o seu consumo com outro tipo de escolhas semelhantes.

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...