Quem foi São Valentim? A história (e os mitos) associados a esta personagem

Infelizmente esta parece ser uma história mais trágica do que romântica.

Hoje muitos casais irão celebrar o seu amor, jantando fora e partilhando presentes, tudo em nome de São Valentim. Apesar de fazermos isso todos os anos, será que alguém realmente sabe quem foi este “santo do amor”?

Uma pesquisa rápida na Internet leva-nos a diversas teorias e histórias… na sua maioria bastante sombrias. Uma das principais afirma que São Valentim foi um padre romano que celebrava casamentos secretos, proibidos pelas autoridades. Ao ser descoberto, este padre terá sido condenado à morte por decapitação. No dia da sua morte – 14 de Fevereiro – terá enviado uma carta de amor para uma rapariga que assinava: “o teu Valentim”.

Outra teoria defende que S. Valentim foi na verdade o Bispo de Terni, que viveu durante o séc. III, e que terá sido também condenado à morte por realizar casamentos secretos.

Na verdade, os investigadores parecem estar pouco convencidos de que alguma destas teorias sejam verdade, não existindo suficientes provas nem evidências sólidas. A primeira vez que o dia 14 de Fevereiro começou a ser associado a amor parece ter acontecido no final da Idade Média, devido a alguns poemas do escritor inglês Geoffrey Chaucer.

Sendo certo que Valentim era um nome popular no tempo do Império Romano, as histórias associadas ao dia 14 – tais como a do padre e do bispo – parecem ser todas bastante semelhantes, confusas e pouco credíveis. Mesmo a ideia de que esta celebração poderia ter sido uma tentativa de a igreja católica conseguir substituir o antigo feriado de Lupercália (popular na era romana e também celebrado no dia 14), parece não reunir suficientes provas.

Tal como afirma Bruce Forbes (professor de Estudos Religiosos no Morningside College), a verdade é que – apesar de todos os rumores – antes dos poemas de Chaucer “não existe nenhuma prova concreta de que as pessoas fizessem algo especial ou romântico no dia 14 de Fevereiro”.

A primeira evidencia do Dia de São Valentim, tal como o conhecemos hoje, surgiu apenas entre 1370 e 1380 quando o escritor escreveu um poema intitulado “Parliament of Fowls” onde se encontrava o seguinte verso: “Pois isto foi no Dia de S. Valentim, quando todos os passarinhos se juntam para escolher os seus parceiros”.

Este período da História ficou conhecido pelo aparecimento de diversas ideias românticas no continente europeu. Os escritores escreviam livros e livros dedicados ao tema do amor e do romance entre cavaleiros e donzelas, criando histórias muitas bastante trágicas entre incompatibilidades. Muitas destas são ainda conhecidas e servem de base para filmes e livros escritos atualmente.

No início do séc. XV, outros nobres e escritores, inspirados por Chaucer, começariam a escrever poemas – conhecidos por “valentinos” – aos seus interesses amorosos. E foi assim que a partir desta data se começou até hoje a associar o São Valentim ao romance.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...