Será que é realmente feliz no seu trabalho? Conheça aqui os fatores mais importantes

Talvez já tenha lido ou ouvido alguém afirmar que quem gosta do que faz não terá que trabalhar um dia sequer na vida. Utópico? Pode ser, mas vai depender das suas atitudes e de como encara o seu trabalho.

O local de trabalho das pessoas é, pelo menos antes da pandemia do Covid-19 se instalar – já que agora muitos estão em home office –, o espaço onde eram gastas mais horas do dia. Se isso não for agradável, como vai ficar a nossa felicidade?

 

O que é um trabalho?

É desenvolver algo que, além de gerar rendimento, vai impactar a vida de alguém de alguma forma, seja o trabalho que for, ele fará a pessoa sentir-se útil e estar em constante desenvolvimento. O trabalho engrandece, isso é um facto. Mas se não se gostar do que faz isso vai causar stress, desânimo e até sentimentos como raiva.

A felicidade é um estado de espírito e procurá-la através da realização profissional é uma forma de se sentir motivado, disposto e cheio de iniciativa. Uma pessoa que se sinta realizada e feliz com o seu trabalho com certeza terá um impacto em toda a sua vida. Ser feliz no trabalho não quer dizer ter uma profissão fácil, com tempo livre, ou sem desafios ou problemas, ser feliz vai além disso. Estar constantemente na zona de conforto não é sinónimo de ser feliz e sim de estar estagnado.

 

Que os fatores promovem o bem-estar no ambiente de trabalho?

Muitos fatores podem ser positivos ou negativos quando o assunto é o ambiente de trabalho. Se trabalha com algo com que não se identifica, que não gosta e que não dá nenhum retorno além do financeiro, encontrar o seu propósito é o primeiro passo para a realização profissional. Alguns itens podem ser levados em conta num ambiente de trabalho considerado excelente:

  • Clima organizacional;
  • Plano de carreira e valorização dos colaboradores;
  • Sentimento de igualdade na diversidade;
  • Visão e expectativas de líder e colaborador alinhados;
  • Relações de trabalho positivas;
  • Metas claras e atingíveis;
  • Propósito partilhado e alinhado por todos;
  • Respeito e feedback;
  • Liderança pelo exemplo;
  • Boa remuneração.

Claro que uma empresa dá prioridade à felicidade dos colaboradores tende a aumentar a sua rentabilidade porque pessoas felizes produzem mais, e produzem com mais afinco e vigor.

Reconhecer, valorizar e fomentar o trabalho bem feito impacta positivamente os colaboradores.

 

 

(artigo originalmente publicado no site Human Resources Portugal)

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...