Será que o adoçante engorda? Ou causa cancro? Desvendamos aqui alguns mitos e outras verdades sobre os adoçantes

Fique esclarecido sobre o tema.

Se os adoçantes fazem ou não mal à saúde ainda é uma questão polémicas e não há estudos que comprovem tudo que se fala sobre eles

Destacamos aqui algumas verdades e mentiras, mas antes de trocar o açúcar pelo adoçante consulte um médico, reforça a nutricionista Jessica Ferreira .

Como os adoçantes não contêm calorias podemos ingerir a quantidade que quisermos. Mito.

As agências reguladoras limitam as doses seguras de modo a evitarm efeitos adversos.

Adoçantes causam cancro. Parcialmente mito.

Há indícios testados em doses elevados em ratos, porém não há comprovação de cancro em seres humanos.

Adoçante engorda. Parcialmente mito.

São necessários mais estudos em seres humanos para comprovar.

Crianças não devem consumir adoçantes. Parcialmente mito.

Pode ser recomendado para crianças com condições de saúde específicas, como diabetes, obesidade infantil, histórico grave de cárie dentária ou qualquer outra condição em que seja necessário restringir a ingestão de açúcar.

A stevia é inofensiva à saúde. Verdade.

Mas é necessário analisar os rótulos dos adoçantes, já que algumas marcas vêm com outro adoçante adicionado.

As grávidas não devem ingerir adoçantes. Parcialmente verdade.

É necessário em caso de diabetes gestacional. Em alguns adoçantes os estudos indicam malformação fetal, porém ainda são inconclusivos. São necessários mais estudos em seres humanos para comprovar efeitos.

Adoçantes podem ser consumidos por qualquer pessoa. Parcialmente verdade.

“Pode, desde que em doses seguras, recomendadas pelas agências reguladoras, e devidamente indicadas para cada indivíduo, considerando a fase da vida e condição clínica de saúde”, alerta a nutricionista.

A sucralose não faz mal à saúde. Parcialmente verdade.

Alguns estudos indicam que a sucralose estimula a hiperinsulinemia e o aumento da absorção de glicose no intestino, além de disfunção tireoidiana, parto prematuro, fratura, hiperatividade e insónia. Porém, são necessários mais estudos controlados que comprovem.

Alguns adoçantes são nutritivos. Verdade.

Os adoçantes são classificados como nutritivos e não nutritivos. Adoçantes que têm como base frutose e sorbitol, e até aspartame, fornecem energia e textura aos alimentos. Já adoçantes feitos com sacarina, ciclamato, acessulfame-k, sucralose e esteviosideo fornecem doçura acentuada, mas não contêm calorias.

Há mais de 20 tipos de adoçantes. Verdade.

Embora alguns adoçantes sejam mais conhecidos e consumidos, como a sacarose e o aspartame, existem diversos tipos de adoçantes disponíveis no mercado. Entre os mais conhecidos, estão os adoçantes feitos com acessulfame-k, aspartame, sacarina, neotame, sucralose, alitame, ciclamato, stevia, sacarose, e os novos adoçantes chamados polióis (que substituem o açúcar) como o eritritol, o sorbitol e o xilitol, presentes em alimentos industrializados.

Nem todos os adoçantes podes ser usado na culinária. Verdade.

Adoçantes que têm como base o aspartame não são recomendados em receitas que vão ao forno, fogão ou micro-ondas, uma vez que a ligação entre os aminoácidos presentes na composição do aspartame se rompem, provocando perda do sabor doce quando sujeitos a elevadas temperaturas.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...