Smartwatches. 4 relógios que podem melhorar a experiência da corrida

A tecnologia concebeu, entre outras, estas importantes companhias para quem corre com o objetivo de manter a sua condição física.

Está a chegar o fim de semana e para muitas pessoas isso significa mais tempo para se concentrarem no seu bem-estar, com a realização de exercícios físicos, como a corrida. Nos últimos anos, tem crescido a tendência do “running”, ou simplesmente corrida, e dos trails, que é uma modalidade do mesmo exercício. O desenvolvimento da tecnologia tem acompanhado esse crescimento e é com esse intuito que revelamos 4 smartwatches, que já são mais do que gadgets que monitorizam as nossas atividades físicas.

1- Apple Watch Nike +

A quarta edição do Apple Watch conhece agora uma versão especial do Nike +, que é destinada aos amantes de tecnologia que tem uma propensão para correr. Este smartwatch destaca-se pelo seu sensor elétrico do coração, que lhe permite dar leituras muito mais precisas do seu ritmo cardíaco.

Uma desvantagem é que, na hipótese de o usar para mais do que companheiro de corrida, – o Apple Watch Nike + tem outras funcionalidade: telefone, mensagens de texto, Apple Pay, CityMapper, Shazam, entre outras -, só pode contar com um dia de uma bateria cheia.

 

2- FitBit Ionic: edição Adidas

O FitBit está ligado à criação e evolução do segmento tracker, de contagem de passos, mas com o Ionic há uma maior adaptação do aparelho ao conceito de smartwatch. A criação de uma edição com o nome da marca alemã ligada ao desporto, Adidas, pode ser apenas uma jogada de marketing. Os corredores profissionais têm melhores hipóteses no mercado.

No entanto, o Ionic representa o equilíbrio perfeito para a maioria dos corredores amadores, sendo perfeito para a vida do dia a dia, além de manter os benefícios do segmento de contagem de passos de um FitBit. O FitBit Ionic: edição Adidas pode carregar várias aplicações, e as suas configurações de corrida são as básicas, mas necessárias: distância, frequência ritmo cardíaco e tempo. O seu ecrã tátil de alta resolução também está bem construído.

 

3- Polar Vantage V

A Polar é uma marca com história no que a produtos de tecnologia de frequência cardíaca. Por isso, não surpreende que o Vantage V, talvez, esteja equipado com o melhor leitor ótico da pulsação do mercado. Este é o seu principal relógio e é destinado a atletas de corrida e outras modalidades.

O medidor de cadência ou frequência, num ecrã colorido, é sensível ao toque e acende automaticamente quando roda o pulso para ver o relógio. Merece ainda referência o facto de ter uma bateria duradoura; de ser um relógio um pouco mais pesado (66 gramas) e de os botões de comando levarem algum tempo a sintonizar. A aplicação da marca – Polar Flow – é intuitiva e permite-lhe aprofundar as suas estatísticas de corrida, se o desejar.

4- Garmin Forerunner 935

Este novo relógio da Garmin, na série Forerunner (linha dirigida a corredores e triatletas), é o 29º lançamento da marca, por isso não é surpresa que este modelo principal possa ser, atualmente, o melhor smartwatch no mercado.

O Forerunner 935 mantém uma bateria com uma duração considerável, é leve (apenas 49 gramas) e tem um ecrã com uma imagem muito nítida, apesar de um senão, não é tátil. Os seus menus permitem uma fácil navegação, assim como, a sua forte vibração e alguns segundos de luz de fundo para que consiga ver as suas estatísticas no escuro.

A única desvantagem talvez continue a ser a aplicação Garmin Connect, a ferramenta que monitoriza, analisa e compartilha as suas atividades físicas e dados de saúde.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Mark Ronson desvenda futuro dos vídeos de música
Automonitor
Moto elétrica… de madeira chega em 2020