5 coisas que deve saber sobre o namoro após a viuvez

Afinal, como é possível encontrar o amor após uma perda tão devastadora?

Pode ser difícil interpretar os sinais mais subtis quando iniciamos uma relação numa fase mais tardia na nossa vida. Sobretudo se o romance envolver alguém que já perdeu no passado um esposo ou esposa isso pode tornar mais complicada esta nova relação.

A forma como um viúvo lida com a fase inicial de uma relação nem sempre é semelhante ao habitual, conforme explica o portal AARP. Estes “sobreviventes” podem registar emoções conflituosas. Por um lado, uma enorme pressão para honrar a memória do seu anterior parceiro e por outro o desejo de encontrarem uma renovada felicidade.

Os sentimentos de culpa podem ser abundantes, pelo que é necessário que o novo parceiro seja capaz de compreender a delicadeza da situação. A paciência será fundamental para demonstrar o respeito.

Eis alguns dos conselhos que prometem auxiliar esta jornada.

 

  1. Avalie bem as circunstâncias

Avançar lentamente e falar abertamente sobre tópicos profundos são duas coisas essenciais para conseguir progredir nesta nova relação. Nem todas as pessoas fazem o luto de um ex-marido ou ex-mulher da mesma forma, pelo que é importante que perceba estes detalhes. Mesmo após a morte destes antigos parceiros, a presença deles continuará a ser sentida, pelo que é importante que esteja preparado para tal.

 

  1. Tenha em atenção alguns aspetos-chave

Pode ser muito difícil para um viúvo ou viúva apresentar um novo parceiro à família. Existe sempre o receio de que as pessoas achem que o sentimento anterior não poderia ser assim tão forte, caso contrário a pessoa seria ainda incapaz de avançar. É comum que muitos viúvos procurem esconder inicialmente o novo relacionamento, apresentando a pessoa apenas como um “amigo” ou evitando de todo este tipo de interações.

 

  1. Comunique bem as necessidades e os objetivos da relação

Se está com dúvidas em relação ao rumo da relação deverá ser capaz de conversar abertamente sobre essas preocupações com o seu parceiro. É fundamental perceber se a outra pessoa considera possível estabelecer uma relação séria e monogâmica. É necessário avaliar regularmente o nível de compromisso.

 

  1. Não se deixe tornar num prémio de consolação

Fotografias de um anterior parceiro espalhadas pela casa ou conversas constantes que começam por “nós costumávamos…” são exemplos que provam que a outra pessoa pode não estar inteiramente preparada para avançar. Algumas pessoas querem apenas preencher um vazio e têm na verdade pouco interesse em iniciar um novo amor. Caso sinta que isso está acontecer deve então ter uma conversa honesta em que expresse as suas preocupações. A outra pessoa deverá ser capaz de compreender a situação e fazer um maior esforço para alterar a situação.

 

  1. Tenha cuidado com as questões de parentalidade

Ter filhos jovens pode complicar toda esta nova relação. Nem sempre é fácil garantir que os jovens compreendem o desejo de encontrar um novo amor. É necessário que avance lentamente e vá aos poucos acostumando-os a esta nova realidade. Não deixe que os filhos pensem que está apenas a tentar substituir a mãe ou o pai que faleceu.

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...