Costuma sentir o coração acelerar sem motivo aparente?

É preciso ter atenção.

Essa sensação deve merece ser investigada através de uma avaliação clínica, exames cardiológicos e, possivelmente, outros complementares.

A sensação de pulso forte e acelerado, geralmente, não vem sozinha. O sintoma costuma ser acompanhado de palpitações, fraquezas, falta de ar, dores no peito, tonturas e desmaios.

Em repouso, considera-se como normal ter entre 60 a 100 batidas por minuto.

Já o coração que acelera do nada pode ser um sinal de arritmia (também chamada de taquicardia). Essa alteração no ritmo dos batimentos ocorre quando o músculo cardíaco funciona mais rápido do que devia.

A taquicardia é gerada por pequenos “curtos-circuitos” que acontecem na condução dos estímulos elétricos do coração.

Isso acontece em pontos de conexões ou, quando há cicatrizes, no músculo do coração.

Pessoas com problemas cardíacos, como insuficiência cardíaca e enfarte, são tidas como grupo de risco.

Além disso, consideram-se fatores de risco para o aparecimento ou agravamento dessa condição:

  • doenças pulmonares;
  • doenças da glândula tireoide;
  • doenças infeciosas isquémicas, relacionadas a parasitas;
  • distúrbios eletrolíticos (baixos níveis de potássio e magnésio);
  • stress contínuo;
  • tabagismo;
  • alguma medicação com substâncias estimulantes (como anfetaminas);
  • consumo excessivo de café e produtos com cafeína;
  • uso de energéticos e drogas ilícitas (como a cocaína);
  • algumas causas hereditárias e o próprio envelhecimento.
Ler Mais


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

39 − = 37