No período noturno ou com visibilidade reduzida é preciso conduzir com cuidado

Siga estes estes conselhos para ter maior segurança.

Com a mudança para a hora de inverno e com dias mais curtos quantos de nós saem de casa ainda o sol não amanheceu e voltamos ao conforto do lar já ao anoitecer?

E se a este fenómeno juntarmos os habituais nevoeiros matinais, os períodos de chuva mais intensa ou até os simples embaciamentos dos vidros provocados pelas diferenças de temperatura e pela condensação, é importante ter presentes algumas “regras” básicas para a condução em situações de visibilidade reduzida.

Em Portugal, cerca de metade dos acidentes rodoviários ocorre no período noturno ou durante o dia em condições de visibilidade adversas (Fonte ANSR estatísticas 2021).

Se é impossível impedir os fenómenos naturais de ocorrerem é, pelo menos, possível atenuar os seus efeitos recorrendo a uma condução mais defensiva, assegurando o bom estado dos dispositivos de iluminação, recorrendo a alguns “truques” para melhorar a visibilidade através das superfícies vidradas e, claro, mantendo o seu Help Flash à mão de semear… Mas já lá vamos!

Estes são os elementos essenciais para que possa ver e ser visto:

· Assegure o bom estado e a eficácia dos dispositivos de iluminação e presença

· Pondere a utilização da iluminação durante períodos alargados (mesmo durante o dia) e em condições adversas

· Garanta a visibilidade através das superfícies vidradas

· Verifique o bom estado das escovas limpa-vidros

· Em caso de imobilização na via, assegure que a sua presença está devidamente sinalizada

· Redobre a atenção em relação às condições da via e modere a velocidade

· À noite, se sentir cansaço, sonolência ou diminuição da acuidade visual, não conduza

Começando pela manutenção do bom estado dos dispositivos luminosos, esta não passa apenas por ter a certeza de que todos estão operacionais. Não hesite em recorrer à ajuda de profissionais para garantir que os seus faróis estão devidamente alinhados e que a sua eficácia original está assegurada. Faróis desalinhados ou baços são um perigo para si e para os outros.

Lembre-se, não vale de nada ter os dispositivos de iluminação e presença a 100% se não os utilizar. Em condições atmosféricas adversas, deve considerar a utilização dos faróis principais, independentemente da hora do dia. E se for possuidor de um automóvel mais moderno deixe o dispositivo de acendimento automático das luzes funcionar por si. Não só por questões de segurança, mas, também para assegurar que nunca se esquece de utilizar as luzes quando é obrigatório.

Assegurar a visibilidade através de todas as superfícies vidradas (e espelhadas) é outro elemento essencial. Verifique com regularidade o estado das escovas limpa-para brisas e dos próprios vidros e espelhos. As diferenças de temperatura e humidade também provocam o embaciamento dos vidros. A forma mais fácil de os desembaciar rapidamente é recorrer ao sistema de ar condicionado do automóvel, aumentando a temperatura e direcionando o fluxo para as diferentes superfícies vidradas. Também estão disponíveis no mercado vários produtos que, de forma mais ou menos eficaz, limitam ou atenuam este fenómeno de embaciamento, podendo ser uma solução a ter em conta.

Ler Mais


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

+ 89 = 96