15 praias fluviais para fugir às multidões

Há muitas por onde escolher e garantimos que não se vai arrepender.

Está mortinho por uma experiência no meio da natureza com todas as mordomias a que tem direito? De Norte a Sul do país, as praias fluviais caíram no goto dos turistas e enchem o olho. Fazem roer de inveja qualquer um, têm espaço de sobra para estender a toalha, ir a banhos e relaxar.

Prepare o fato-de-banho e faça-se à estrada para aproveitar os raios de sol. A Viagens & Resorts reuniu 15 praias fluviais portuguesas, algumas ainda por descobrir e dignas de postal. Anote:

1. Loriga (Seia)

Situada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, fica numa área de relevo acidentado e está emoldurada pelo Vale Glaciar de Loriga, num ambiente devidamente preservado. As suas águas translúcidas brotam de uma nascente na serra.

2. Valada (Cartaxo)

Tem um café com esplanada, parque de merendas e outro infantil. O cais de embarque permite a prática de desportos náuticos.

3. Agroal (Ourém)

Esta piscina nasce das águas frias termais do rio Nabão, um afluente do Zêzere, na freguesia de Formigais. Tem ao dispor dos banhistas um solário, área de lazer, uma cafetaria temática, balneários e até um anfiteatro ao ar livre.

4. Poço Corga (Castanheira de Pêra)

Esta praia de águas límpidas, que se misturam com o verde da Serra da Lousã, está situada no leito da Ribeira da Pêra. É vigiada, tem serviço de primeiros socorros, acesso pedonal e rampas para pessoas como mobilidade reduzida. Nos terrenos anexos, há um carvalhal centenário que oferece as sombras de um parque de merendas e o museu Lagar do Corga, construído num antigo lagar movido a energia hidráulica, onde os visitantes podem aprender como os nossos antepassados produziam azeite.

Leia também: Parques aquáticos (incríveis) para ir na onda com os miúdos

5. Vale do Rossim (Gouveia)

Localizada no coração da Serra da Estrela, a uma altitude de 1437 metros, esta praia está próxima das Penhas Douradas e do maior vale glaciar da Europa – o Vale do Rossim -, por onde corre o rio Zezêre. Tenha em conta que a altitude condiciona a meteorologia do local.

6. Pego Fundo (Alcoutim)

Localizada na Ribeira de Cadavais, esta zona balnear de areal dourado e águas tranquilas, que chegam a rondar os 28ºC, é alimentada pela albufeira de Acoutim. É uma praia vigiada, estando equipada com um posto de primeiros socorros. As suas infraestruturas incluem jardim, parque de merendas e campo de voleibol, assim como equipamentos para pessoas com mobilidade reduzida. Desde 2005, ostenta o título de Praia Acessível.
7. Aldeia do Mato (Abrantes)

Em plena albufeira da Barragem do Castelo de Bode, esta praia inclui infraestruturas que incluem piscinas flutuantes e parque de campismo. Possui também equipamentos para a prática de desportos náuticos, como remo, canoagem ou windsurf, e oferece a possibilidade de percorrer este grande lago num circuito turístico de barco.

8. Cardigos (Mação)

A cinco minutos da freguesia de Cardigos, esta praia está localizada junto à Barragem do Vergancinho e destaca-se pela transparência das águas. Tem zona relvada, churrasqueiras, parque de merendas, bar de apoio e zona de descanso.

9. Ribeira do Azibo (Macedo de Cavaleiros)

É uma das 7 Maravilhas – Praias de Portugal e a única a Norte do rio Tejo. Já foi cenário para programas de televisão e é muito procurada pelos famosos. Esta praia, adaptada a pessoas com mobilidade reduzida, dispõe de parque infantil, campo de jogos, bares e insufláveis. Permite ainda o aluguer de gaivotas, bicicletas e veículos a pedal. A temperatura média da água ronda os 22ºC à superfície.

10. Foz d’Égua (Piódão)

Emoldurada na Serra do Açor, esta praia é o ponto de encontro da ribeira de Piodão com a ribeira de Chãs, que correm em direcção ao rio Alvoco.

11. Pego das Pias, Odemira

A Norte da freguesia de S. Salvador, entre S. Luís e Odemira, situa-se esta praia, isolada por rochas. A origem do nome está nas cavidades circulares da rocha, provocadas por redemoinhos que se formaram devido ao nível das águas e da força associada ao declive da zona.

Leia também: Seis praias na Costa Alentejana de que nunca ouviu falar

12. Gameiro (Mora)

Situada no Parque Ecológico do Gameiro, perto do Fluviário de Mora, esta praia foi originada pelo Açude do Gameiro, no Rio Raia. Dispõe de um parque de campismo e outro infantil, zona de merendas, um café com esplanada e um Centro de Interpretação Ambiental.

13. Adaúfe (Braga)

Banhada pelo rio Cávado, esta é uma das mais belas praias fluviais em Portugal. Além das cascatas que os banhistas ali podem encontrar, há também um antigo moinho com um engenho de água.

14. Malhadal (Proença-a-Nova)

Esta praia está localizada numa represa, na base da Serra das Corgas, onde corre a Ribeira da Isna, um afluente do rio Zêzere. Caracteriza-se pela enorme extensão de água e relevo acidentado. É também aqui que está instalado o primeiro parque aquático fluvial da região Centro. Chama-se Fluvifun e está equipado com escorregas, trampolins, insufláveis e escaladas.

15. Penedo Furado (Vila de Rei)

Com um conjunto de pequenas quedas de água, esta praia é procurada não só pelas águas, mas também pelas suas infraestruturas, que permitem a prática de diversas actividades desportivas, tais como pedestrianismo, escalada, slide, canoagem e rappel. É ideal para fazer campismo e levar a família atrás, pois tem pouca profundidade. O rochedo gigante com uma abertura de forma afunilada, na zona mais elevada, dá o nome à praia. Ali mesmo, foi criado o miradouro do Penedo Furado, através do qual é possível avistar a Ribeira do Codes e a albufeira da Barragem de Castelo de Bode.

Esta e outras notícias sobre viagens em www.viagenseresorts.pt

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Bacardi foca-se nas marcas próprias em Portugal
Automonitor
O novo Lamborghini Sián é simplesmente eletrizante