5 dicas (simples) para reforçar o seu sistema imunitário depois dos 50

Esta é altura certa para reavaliar as suas escolhas e perceber o que pode fazer para melhorar o seu bem-estar físico e mental.

À medida que envelhecemos, o nosso sistema imunitário tende a ficar mais fragilizado. O constante stress, a exposição a certos químicos e radiações, assim como o aparecimento de algumas doenças associadas ao envelhecimento, acabam por enfraquecer o nosso organismo.

Felizmente é possível adotar medidas preventivas que impeçam os germes e vírus de fazer “grandes estragos” no nosso corpo. Uma alimentação adequada e uma maior dose de exercício são duas das principais sugestões que deve sem dúvida seguir.

Eis uma lista mais completa de dicas que, de acordo com os especialistas, podem ajudar a fortalecer o seu sistema imunitário.

 

  1. Escolha os alimentos certos

Definir e cumprir um regime alimentar saudável é fundamental para a sua saúde. Aquilo que ingerimos funciona como combustível para todo o nosso organismo, como tal é importante que escolha os ingredientes mais adequados e benéficos para si.

A fruta e os vegetais, particularmente os que têm uma tonalidade verde escura, vermelha ou amarela, têm habitualmente níveis altos de vitamina C e antioxidantes. Adicionalmente as proteínas magras e os cereais integrais garantem que tem a energia que necessita para combater quaisquer doenças.

  1. Faça mais exercício

O excesso de peso pode ser um dos seus piores inimigos depois dos 50 anos. Para além de provavelmente ser algo que o pode deixar menos confiante, um peso excessivo pode agravar e contribuir para o surgimento de problemas cardíacos. Assim, é fundamental que procure sempre criar uma rotina saudável que inclua diversas sessões de exercício físico ao longo da semana.

Adicionalmente, este exercício irá igualmente promover a libertação de algumas hormonas que nos fazem sentir mais positivos, assim como irá melhorar a nossa circulação sanguínea. Ambas estas coisas podem ter um efeito positivo no seu sistema imunitário.

Uma caminhada diária, uma curta sessão aeróbica ou uma aula de yoga, são alguns exemplos de exercícios que pode (e deve) seguir.

  1. Mantenha-se hidratado

Beber muita água ao longo do dia é sempre algo importante e que é recomendado a todos. No entanto é especialmente importante nas alturas em que está doente ou mais fragilizado, como no inverno ou em viagem.

A água, os sumos naturais, o chá e as sopas, ajudam a manter as suas membranas mucosas húmidas, reduzindo assim as chances de ficar doente,

  1. Durma bem

Quando descansa, o seu corpo recupera. Ao sentir que algo maligno, como um vírus, pode estar a surgir, um sono prolongado pode contribuir para que reduza a probabilidade de ficar seriamente doente. Uma boa noite de sono pode ainda ajudar a diminuir a duração de um qualquer estado de saúde menos favorável.

Caso não durma o suficiente, cerca de menos de 7 ou 8 horas, irá deixar o seu corpo menos capaz de combater todos os indesejados vírus.

  1. Considere os suplementos

Os suplementos vitaminais e herbais podem beneficiar qualquer pessoa, sobretudo aqueles que têm restrições alimentares ou alguns problemas de apetite.

Antes de escolher os seus suplementos é recomendado que consulte o seu médico de forma a que lhe ele selecione quais os que serão mais indicados para a sua situação em geral. Suplementos de Vitamina C, de Ginseng, Zinco e probióticos, são alguns dos mais conhecidos no combate e prevenção de certas doenças.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...