Cancro ginecológico. Estes são os sinais e sintomas mais ignorados pelas mulheres

Um diagnóstico antecipado é habitualmente a “chave” para um tratamento de sucesso. Mantenha-se vigilante.

Setembro é o mês de sensibilização para o cancro ginecológico. Todos os anos durante estas semanas procura-se dar visibilidade a um problema de saúde que afeta milhares de mulheres todos os anos.

Infelizmente persiste ainda a ideia de que esta é uma doença que apenas afeta os “outros”. Como tal, existe um enorme desconhecimento sobre estes tipos de cancro e sobre os principais sinais de alerta.

[Leia também: 5 tipos de cancro que estão a tornar-se mais comuns]

De acordo com dados da American Cancer Society, só nos EUA são diagnosticados anualmente 100,000 casos de cancro ginecológico que resultam em cerca de 30,000 mortes. Grande parte destas fatalidades poderiam, no entanto, ser evitadas caso o problema tivesse sido identificado antecipadamente.

Muitos estudos apontam para que as mulheres não conheçam bem os diversos tipos de cancro ginecológicos e as melhores forma de os prevenir. Os tumores malignos no colo do útero, nos ovários, vagina, vulva e endométrio são alguns dos exemplos mais comuns deste problema.

Conheça agora 5 dos sintomas associados a estes tipos de cancros ginecológicos e que acabam por ser frequentemente desvalorizados.

 

  1. Obstipação

Tal como explica a Clearity Foudation, a obstipação pode ser um sinal de cancro nos ovários. Isto acontece porque é habitual este tipo de tumor “espalhar-se” para o cólon. Os líquidos acumulados neste tipo de casos podem também agravar a obstipação. Caso verifique que está a registar uma dificuldade prolongada e constante ao evacuar é fundamental que consulte o seu médico.

  1. Sensação de inchaço

É certo que é absolutamente normal as mulheres sentirem algum inchaço após uma qualquer refeição mais “pesada” ou durante o ciclo menstrual. No entanto é importante lembrar que em alguns casos este também pode ser um sinal de cancro ginecológico. A verdade é que o cancro dos ovários pode provocar o aparecimento de massas de considerável dimensão no abdómen da mulher, que em alguns casos são até confundidos com uma possível gravidez.

  1. Necessidade mais frequente de urinar

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças norte-americano apresenta este como um dos sintomas mais frequentes de cancro na vagina ou nos ovários. A acumulação de mais fluidos em redor da bexiga, provocada por este tipo de tumores, parece criar uma pressão acrescida que pode originar uma vontade mais recorrente de ir à casa-de-banho.

  1. Aumento ou perda de peso

Normalmente associamos um cancro antes a uma perda de peso – que por vezes pode até ser extrema. No entanto no caso do cancro nos ovários pode acontecer que as mulheres ganhem algum peso adicional, sem justificação. A fatiga provocada por esta doença e pelos tratamentos pode diminuir a atividade física dos pacientes, contribuindo assim para um aumento de peso. A ansiedade e as alterações na dieta alimentar podem ainda reforçar este fenómeno.

De qualquer forma a perda de peso é igualmente uma situação a que deve prestar atenção. Isto é algo muito associado a diversos tipos de cancro, incluindo o ginecológico. Caso verifique que está a perder bastante peso sem grande justificação então consulte o seu médico.

  1. Fatiga extrema

Este é um sintoma frequentemente associado a caso de cancro. Um estudo de 2015 confirmou este como sendo um dos sinais mais intenso. Cerca de metade das mulheres em tratamento para este tipo de cancro afirma registar uma fatiga extrema. Caso sinta um cansaço injustificado consulte o seu médico especialista.

 

[Leia também: Cancro do Cólon. Estes são os sinais que não deve (mesmo) ignorar]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...