Dor nos joelhos depois dos 50? Conheça as razões mais preocupantes (e saiba o que fazer)

Alguns destes problemas médicos podem ser realmente sérios e exigir um rápido tratamento ou intervenção.

O joelho é sem dúvida uma das partes mais complexas do nosso organismo. Este elemento de reduzida dimensão é composto por ossos, cartilagem, ligamentos e tendões que “trabalham” em conjunto para garantir a sua mobilidade.

Estas múltiplas componentes podem, com o tempo, sofrer algum maio desgaste. Adicionalmente o joelho pode também ser particularmente suscetível aos efeitos negativos de um qualquer trauma ou impacto mais violentos.

[Leia também: Se já tem mais de 50, então estes são os exercícios que deverá evitar]

É muito comum, sobretudo após os 50 anos, que os indivíduos se queixem de dores no joelho. Esta é uma situação bastante desconfortável que pode ser causada por inúmeros diferentes fatores. Desde um estiramento ou rutura de ligação, até doenças mais crónicas como a artrite.

Eis as 5 principais (e mais preocupantes) razões que podem estar a causar dor no joelho.

 

  1. Quisto de Baker

Habitualmente o líquido sinovial funciona como um lubrificante que facilita a articulação do joelho. Um Quisto de Baker é no fundo uma acumulação irregular e excessiva deste líquido que acaba por gerar uma bolsa na parte de trás do joelho. Pode ser causada por uma qualquer lesão ou até por um caso de artrite. Os sintomas incluem dor intensa, inchaço e rigidez. Os casos mais sérios exigem um tratamento atento, no entanto os casos mais leves podem desaparecer com a passagem do tempo.

  1. Osteoartrite

Esta é uma condição médica bastante mais prevalente em adultos mais envelhecidos. Os sintomas mais frequentes estão associados à dor, inchaço e rigidez nas articulações dos joelhos. Este tipo de artrite é habitualmente causado por um acumular de desgaste e dano ao longo dos anos na cartilagem que se encontra entre os ossos. Isto pode gerar inúmeras limitações à capacidade de mobilidade de um individuo. Alguns dos sintomas mais intenso podem ser geridos e minimizados com o auxílio de exercícios mais suaves como o yoga ou natação.

  1. Bursite

Esta é uma inflamação de uma bursa localizada perto da articulação do joelho. Uma bursa é um pequeno saco que possui líquido e que funciona como amortecedor, reduzindo a fricção e os pontos de pressão entre os ossos, os tendões e os músculos perto das articulações. A bursite no joelho ocorre com mais frequência sobre a rótula ou no lado interno do joelho sob a articulação.

A bursite no joelho provoca dor e pode limitar a mobilidade. O tratamento inclui geralmente uma combinação de práticas pessoais e de tratamentos administrados pelo médico para aliviar a dor e a inflamação.

  1. Rutura de menisco

Esta é uma situação que pode ser causada por um súbito movimento brusco ou rotação excessiva do joelho, especialmente quando o próprio peso corporal acentua esta tensão. Este tipo de rotura torna-se mais frequente ao longo do envelhecimento, à medida que este tipo de articulação se torna mais frágil. Rigidez, inchaço e limitação de movimentos são os efeitos mais comuns. O tratamento deste tipo de situação pode variar e ir desde algo mais leve até a necessidade de fisioterapia ou intervenção cirúrgica.

  1. Infeção

Sempre que os agentes bacterianos contaminam o líquido lubrificante sinovial existente nos joelhos pode-se gerar uma infeção grave. Este tipo de situação pode ser causado por complicações após uma cirurgia ou por um caso de inflamação. As infeções nos joelhos podem ser um motivo de forte preocupação e necessitam de um tratamento rápido e eficaz de forma a minimizar os danos permanentes.

 

[Leia também: Dor nos joelhos? Estas dicas podem ajudar a aliviar os seus sintomas]

 

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...