Expensive Soul têm novo álbum

Banda de Leça da Palmeira comemora 20 anos de carreira em “A Arte das Musas”.

A comemorar a união de duas décadas, os Expensive Soul dão a conhecer ao público “A Arte das Musas” logo com uma imagem colorida de uma banda que através da capa escolhida quer «transmitir a magia, a alegria e a felicidade através da cor». A dupla New Max e Demo, que forma os Expensive Soul, assinalou este como o repto do novo álbum.

Ao quinto disco, a banda de Leça da Palmeira reduziu o número de músicas do álbum para nove, enquanto, por exemplo, o primeiro tinha 17 faixas. Por isso, “A Arte das Musas” é um álbum mais curto do que o habitual, em que além de uma introdução que abre as portas ao disco, tem apenas 8 canções em formato puro.

O novo álbum começa com o tema “Agora É Que É”, que num ritmo funk promete pôr a casa a abanar. Para um som mais calmo surgem as “Incertezas”, que simultaneamente revela o espírito dos Expensive Soul. A banda comemora os seus 20 anos de carreira e, como não podia deixar de ser, as músicas de “A Arte das Musas” têm um estilo musical que vai do soul ao funk, além do hip hop – “1 Dia de Cada Vez” é um bom exemplo.

Apesar de os Expensive Soul se terem juntado há vinte anos (1999), em Leça da Palmeira, no concelho de Matosinhos, o primeiro álbum da banda, “B.I.”, só foi editado em 2004. Depois, mais três álbuns conheceram a luz do dia: “Alma Cara” (2006), “Utopia” (2010) e “Sonhador” (2014). Além de “A Arte das Musas”, os 20 anos de carreira vão ser celebrados, também, num concerto previsto para 23 de novembro, na Altice Arena em Lisboa.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Spotify reinventa (com humor) clássicos da música
Automonitor
Club MX-5 Portugal numa aventura pelos Vinhos do Alentejo