Fátima Lopes encontrou o amor onde menos esperava e partilha essa história connosco

Um novo sentido para a vida, foi o ponto de partida

Sofia tinha uma única certeza no coração quando fechou a porta do carro: queria renascer.

Sentia-se cansada. Uma série de relações falhadas e dolorosas, uma vida centrada no sucesso profissional, a perda da sua querida avó e da mãe, o seu pilar, fizeram-na repensar a sua vida. Queria mais. Queria saborear a vida. Tinha 49 anos, não tinha filhos, nem uma família a que chamasse sua.

Estava na altura de mudar. Respirar fundo, vencer o medo, encher o peito de coragem e partir, em busca das suas raízes, de um novo caminho, da sua alegria interior. Em busca de si própria.

Destino: Alentejo. Quando chega a casa dos avós e que agora é sua depara-se com uma casa degradada, a precisar de obras.

Mas Sofia não baixa os braços. Reconstrói-a, tijolo a tijolo, tal como reconstrói a sua vida. Entre várias peripécias e uma série de personagens inspiradoras que se cruzam no seu caminho, Sofia aprende o valor do tempo, do aqui e agora, da entreajuda, da importância de cuidar do outro, da amizade, de gostarmos de nós próprios.

Vai ser ali, entre os campos a perder de vista, as águas cintilantes do Alqueva e o maravilhoso céu estrelado que Sofia vai encontrar o verdadeiro amor.

O mais importante de todos: o amor próprio. E, um outro amor que esteve sempre lá, onde ela menos esperava.

No seu tão aguardado regresso ao romance Fátima Lopes traz-nos uma história apaixonante e inspiradora acerca de uma mulher, em busca de um novo sentido para a sua vida.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...