Tem a certeza de que a sua relação é saudável?

Conselhos para perceber se está tudo bem.

No Dia dos Namorados, a Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) divulga informações sobre como cultivar uma relação saudável. Um dos pontos essenciais é a comunicação entre os elementos da relação. Nas relações saudáveis, os elementos da relação conversam cinco ou mais horas por semana. E vale a pena investir nessas relações porque contribuem para a saúde (física e psicológica), felicidade e bem-estar.

Nos momentos de comunicação é importante que diga claramente o que pensa e sente, o que quer e precisa. Não espere que o outro adivinhe ou faça leitura da mente. É ainda importante reservar tempo para falar e discutir outros temas para além dos filhos e das tarefas domésticas. E ouvir é aqui uma palavra de destaque. Deve ouvir realmente com atenção. Durante a conversa devem olhar um para o outro e não para a televisão, o telemóvel ou o computador.

Comunicar é uma das principais formas para cultivar uma relação romântica saudável, mas há ainda outros tópicos que não devem ser esquecidos:

  • Elogiar, agradecer e pedir desculpa.
  • Aceitar as diferenças e não esperar que o outro realize todas as nossas expectativas e desejos.
  • Manter a relação interessante e cultivar interesses comuns.
  • Cuidar de si próprio.
  • Arranjar tempo para a intimidade.
  • Resolver conflitos de forma construtiva: escolher a altura certa. Às vezes é preferível acalmarem-se primeiro. Procurar saber como o outro se sente.

Ouvir o ponto de vista e ceder em determinados pontos. Discutir um assunto de cada vez e não ir buscar conflitos antigos. Mostrar humor e expressar afeto. Concordar em discordar. O que não deve fazer? Criticar, mostrar desprezo, rolar os olhos, agir defensivamente, chamar nomes ou desligar da conversa.

Numa relação romântica saudável existem:

Confiança e apoio mútuos

Respeito e a honestidade

Boa vontade para negociar e resolver conflitos

Momentos de intimidade frequentes

Outras relações com amigos e familiares

Prazer em passar tempo junto

 

Mas nem sempre as relações românticas são saudáveis…

Nenhuma relação romântica está livre de problemas. Os altos e baixos são inevitáveis e ultrapassá-los pode ser um desafio. É importante não ignorar os problemas, mas enfrentá-los como uma equipa. Não deve esperar até que a relação mostre sinais de rutura para a tentar melhorar. Se está constantemente a discutir os mesmos assuntos sem chegar a uma conclusão ou se sente infeliz com a sua relação romântica um Psicólogo pode ajudar.

 

Há, no entanto, relações românticas abusivas e violentas. Deve estar atento aos sinais de alerta:

  • Tentam controlá-lo (por exemplo, dizem-lhe o que pode ou não vestir, impendem-no de sair, tiram-lhe o seu dinheiro ou as chaves do carro e pedem justificações sobre o que faz ou onde vai)
  • Tentam fazê-lo sentir-se mal, inútil, sem valor
  • Criticam os seus amigos e são possessivos e ciumentos
  • Tem medo do temperamento e do humor do/a parceiro/a
  • Gritam-lhe, empurram-no, batem-lhe, dão murros ou atiram-lhe objetos
  • Ameaça, magoar ou magoam a sua família e animais
  • Forçam-no a ter relações sexuais
Ler Mais


loading...