Última hora: Juro dos novos depósitos (a particulares) dispara

A taxa de juro média dos novos depósitos de particulares subiu de 0,05% em setembro para 0,24% em outubro, a maior subida mensal desde 2012 e para a taxa mais alta desde novembro de 2017, informou hoje o BdP, avança a Lusa.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal (BdP), “em outubro o montante de novos depósitos a prazo de particulares foi de 4.726 milhões de euros, remunerados a uma taxa de juro média de 0,24%”, cita a Lusa.

“Esta taxa é a mais elevada desde novembro de 2017 e representa a maior subida mensal desde fevereiro de 2012”, destaca a Lusa.

De acordo com o banco central, do montante de novos depósitos de particulares constituídos em outubro, 4.205 milhões de euros foram aplicados em depósitos a prazo até um ano, remunerados a uma taxa de juro média de 0,23%, avança a Lusa, acrescentando que «no que se refere aos novos depósitos a prazo de empresas, totalizaram 3.233 milhões de euros em outubro, dos quais 3.026 milhões de euros foram aplicados em depósitos a prazo até um ano, remunerados a uma taxa de juro média de 0,44%».

 


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

− 3 = 2