5 formas de “arrumar” a sua vida em 2020

As lições da especialista Marie Kondo continuam a conquistar inúmeros fãs.

Em 2011, a especialista japonesa em arrumação Marie Kondo lançava o seu livro “The Life-Changing Magic of Tidying Up: The Japanese Art of Decluttering and Organizing”. Este tornou-se num sucesso imediato em todo o Mundo.

Já em 2019, a Netflix estreou a série “Tidying Up with Marie Kondo” que mostrava em diversos episódios a especialista japonesa a ajudar inúmeras famílias a conseguirem reduzir a quantidade de coisas supérfluas que tem nas suas casas. Oferecendo dicas de arrumação e ensinamentos de vida, Kondo conquistou inúmeros espectadores com a sua alegria e sorriso.

Apesar de alguns dos ensinamentos e regras de arrumações poderem parecer algo superficiais ou algo insignificantes (tais como dizer boa-noite às meias e dobrar a roupa em forma de origamis), a verdade é que o cerne da “filosofia Marie Kondo” contém algumas lições valiosas, que todos podemos incluir nas nossas vidas.

 

  1. Imagine a sua vida de sonho

De acordo com Kondo, imaginar a forma como queremos que a nossa vida seja é uma enorme fonte de motivação ao longo de todo o processo de arrumação das nossas casas.

Deseja viver uma vida rodeada de tralha ou rodeada de coisas que tenham real significado para si? Imagine o resultado final e concentre-se nessa imagem sempre que esteja a sentir mais dificuldades.

  1. Comece pelo lixo

Esta parte nada tem que ver com questões ou objetos sentimentais. Antes de qualquer arrumação concentre-se em deitar fora o lixo. Recibos velhos, guardanapos, papeis, aparelhos estragados, etc. Tudo isso deverá ser inicialmente colocado num saco e colocado fora de casa.

  1. Dividir para conquistar

Muitas pessoas arrumam a sua casa concentrando-se numa divisão de cada vez. Marie Kondo recomenda antes que arrume tendo em conta as seguintes categorias: roupa, livros, papeis, outros. Por último deve analisar os objetos sentimentais.

A ordem é importante. Começar pelas partes mais fáceis agiliza todo o processo e permite que no final se foque exclusivamente nos objetos mais relevantes, que irão exigir maior tempo de análise.

  1. Retire tudo dos armários

Ao arrumar um armário, a maior parte das pessoas tem tendência para simplesmente começar a mexer nos cabides um a um, retirando apenas as roupas que já não quer manter. Ora, Marie Kondo defende que a melhor estratégia é mesmo retirar tudo aquilo que tem dentro do armário, colocando todas as peças em cima da cama.

A partir daí terá uma perspetiva mais global sobre todas as suas roupas. Conseguirá perceber se tem muitas coisas semelhantes, repetidas. Sendo que poderá ainda encontrar algumas peças que já não via a algum tempo e que quererá voltar a utilizar.

  1. Tenha atenção às “doses de alegria”

A especialista japonesa é conhecida por recomendar que mantenha apenas os objetos e itens que fazem despertar alegria dentro de si. Apesar de fazer todo o sentido tentar rodear as nossas casas de coisas que nos fazem sentir felizes e que nos relembram de momentos felizes, a verdade é que não deveremos levar este conceito a um extremo.

Existirão sempre objetos e ferramentas mais práticas que deve manter independentemente do que estes o fazem sentir. Por favor não comece a deitar fora todas as suas extensões elétricas. O mais certo é que, mais cedo ou mais tarde, irá precisar deste tipo de itens.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...