5 vitaminas essenciais para qualquer mulher depois dos 50

A, B, D, E… afinal qual o “abecedário” mais correto de suplementos vitamínicos que deve seguir? Conheça as sugestões do portal Prime Women.

Idealmente um regime alimentar saudável e equilibrado deverá ser capaz de nos oferecer toda a nutrição que possamos necessitar. Para além da energia que recebemos dos macronutrientes presentes nestes alimentos, a verdade é que estes são igualmente compostos por importantes micronutrientes – vitaminas e minerais.

Estas vitaminas são responsáveis por funções reguladoras e protetoras do nosso organismo. À medida que envelhecemos e sobretudo se não seguirmos um regime alimentar ideal é frequente que existam deficiências de certas vitaminas ou minerais. Neste caso poderá ser importante contemplar um suplemento vitamínico capaz de repor os níveis ótimos de um determinado composto.

[Leia também: Suplementos alimentares: quais os benefícios para a saúde e quem pode tomar]

Esta decisão deve ser sempre tomada em conjunto com o seu médico especialista como forma de evitar sobredosagens desnecessárias e perigosas. No entanto, de acordo com a especialista Debbie Johnson do portal Prime Women, estes são algumas das vitaminas mais relevantes que deve contemplar.

 

  1. Vitamina D

Habitualmente associada à exposição solar, esta vitamina é fundamental para o seu estado de saúde na medida em que facilita a absorção de cálcio. Para além de fomentar uma melhor condição óssea, a vitamina D pode ainda ser importante para reduzir o risco de ataque cardíaco, enfarte, asma ou inflamação.

Sobretudo depois dos 50 é importante que vá avaliando a sua ingestão deste tipo de vitamina, como forma de evitar a progressiva deterioração dos seus ossos. Este problema é frequentemente acelerado pela perda de estrogénio à medida que as mulheres envelhecem.

  1. Vitamina B12

Este é um nutriente essencial para manter as células nervosas e sanguíneas saudáveis, assim como para ajudar ao desenvolvimento do ADN. Esta é uma vitamina importante para assegurar a energia necessária para manter um estilo-de-vida ativo. Reduz ainda o risco de doença cardíaca e protege-nos do declínio cognitivo.

Ao envelhecer pode ser progressivamente mais difícil para o organismo absorver os níveis ideais de vitamina B12, pelo que os suplementos podem ser aqui um importante aliado. De resto, as frutas, os vegetais, certos tipos de peixes e cereais podem ser também boas fontes deste nutriente.

  1. Cálcio

O nosso esqueleto está constantemente a absorver cálcio e restos de osso mais antigo para dar origem a renovadas estruturas ósseas. Caso não absorva doses suficientes deste tipo de micronutriente então pode estar a comprometer a saúde dos seus ossos. Com a idade é comum que, sobretudo, as mulheres percam alguma densidade óssea, o que as pode tornar mais vulneráveis a lesões graves.

Para além de privilegiar certos tipos de alimentos – como o leite, iogurte e o queijo – pode assim contemplar um suplemento de citrato de cálcio capaz de fortalecer o organismo. Em conjugação com a vitamina D, estará a maximizar a absorção deste importante mineral.

  1. Ómega-3

Os ácidos gordos ómega-3 desempenham um papel crucial no processo de envelhecimento saudável. Os seus benefícios estão associados a diversas áreas do organismo. Desde o favorecimento de uma pele mais saudável, à proteção da retina ocular e ao melhoramento da memória, os impactos positivos são muitíssimos. Os ácidos Ómega-3 ajudam ainda a regular os níveis de açúcar no sangue e a reduzir a inflamação.

Para além das fontes naturais de Ómega-3 – como o Salmão – existem diversos suplementos que contém as doses necessárias destes ácidos e que podem ajudar a equilibrar a sua dieta.

  1. Coenzima Q10

Esta é uma enzima vital responsável pela conversão dos alimentos em energia. É igualmente fundamental para manter uma saudável condição cardíaca. Com o avançar da idade a produção deste tipo de enzima pode reduzir drasticamente.

As fontes mais comuns de Coenzima Q10 são as carnes e o peixe, no entanto os vegetarianos podem procurar aumentar consumo de Soja dado que esta contém também a enzima. Os suplementos de ubiquinol e ubiquinona permitem restabelecer os níveis de Coenzima Q10 nas suas duas formas distintas. Fortalecendo tanto a produção de energia, como o efeito antioxidante.

 

[Leia também: Toda a verdade sobre… a Beringela. Diabetes, colesterol ou falta de vitaminas? Este alimento ajuda]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...