7 dicas essenciais para gerir melhor o seu dinheiro em tempos de Covid-19

Conheça as estratégias ideais de poupança que deve seguir nos próximos meses.

Por: Luís Fernandes, partner SetGoals

 

A Covid 19 trouxe com ela uma fatura difícil de pagar. As repercussões económicas fizeram-se sentir desde o primeiro minuto. Houve sectores com paragens abruptas na sua atividade, outros com paragens parciais, muitos viram chegar, sem aviso prévio, cartas de despedimento, reduções salariais e entradas em lay off.

O dinheiro antes presente, tornou-se mais ausente, o impacto na vida pessoal foi sem dúvida avassalador.

É natural que esta pandemia sirva como alavanca para a necessidade de rever a sua relação com o dinheiro, dado o receio do futuro.

Confira algumas dicas de poupança:

 

1. Faça uma lista de todos os custos fixos. Numa folha de papel, coloque todos os custos fixos mensais e perceba se todos são fundamentais e necessários. Tudo o que considere supérfluo, nesta fase, abdique. Verifique igualmente se as mensalidades que paga de todos os serviços podem ser diminuídas ou mais ajustadas à sua realidade.

2. Negoceie os créditos. Se estiver em condições elegíveis, adira às moratórias das prestações do crédito. A poupança que fizer durante este período vai permitir “respirar” financeiramente. Seja responsável, uma vez que pelo facto de não pagar prestações do crédito durante alguns meses, a dívida manter-se-á, pelo que se não necessitar de todo o valor que deixou de pagar durante este período, aproveite e faça uma poupança.

3. Defina um valor para atividades de lazer. O lazer é fundamental na vida das pessoas, permite-lhe “carregar baterias” para enfrentar os desafios do dia a dia. Com o isolamento social que viveu pode sentir uma  necessidade de viver e de aproveitar o que não viveu antes, aumentando assim drasticamente os gastos. Para não se descontrolar defina um valor mensal para gastar em atividades de lazer. Não faça cedências, utilize apenas esse valor.

4. Crie o hábito de poupar. Ainda que acredite que poupar não lhe está no sangue, pode começar a desenvolver esse hábito. Lembre-se a sabedoria popular refere que grão a grão enche a galinha o papo. Quando definimos um objetivo é mais fácil manter o foco por isso defina objetivos mensais de poupança. Seja realista e defina um valor que consegue cumprir. Não se fruste por ser um valor reduzido, o fundamental é criar o hábito.

5. Evite a utilização de cartões de crédito. A utilização do cartão de crédito pode dar uma falsa sensação de disponibilidade financeira, incentivando compras por impulso, muitas vezes desnecessárias. Repense a sua utilização de forma a ter um controlo sobre o endividamento.

6. Elimine maus hábitos. Por comodidade, conforto ou pela sensação de bem-estar desenvolvemos alguns hábitos que se podem transformar em custos muito elevados, como jantar fora regularmente ou frequentar festas constantemente. Não necessita de os eliminar por completo, mas faça-o com menos frequência e de forma consciente. Priorize as suas necessidades de forma a não hipotecar o futuro.

7. Controle o desperdício. Conte até 10 antes de comprar. Compre apenas o que realmente necessita. Não compre se não tem a certeza que irá usufruir ao máximo do produto. Faça listas de compras e cumpra-as ao detalhe. Proteja-se das promoções, aproveite-as apenas se realmente necessitar do produto.

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...