Beber água em excesso faz bem ou mal?

Há uma consequência que importa ter em conta.

Kelly Anne Hyndman, investigadora da Universidade do Alabama em Birmingham, nos Estados Unidos, esclarece no The New York Times que «a ideia de que o simples ato de beber mais água tornará as pessoas mais saudáveis ​​não é verdade».

Para medir a hidratação de alguém, deve-se analisar o equilíbrio entre os eletrólitos como sódio e água no corpo, e pode não ser preciso beber dezenas de copos de água ao longo do dia para se manter hidratado.

Dois litros de água por dia são essenciais. Mas fatores como o tamanho, a temperatura externa e o quanto se respirando e transpira determinarão se precisamos de mais ou menos água do que essa.

O estado de saúde também pode interferir na quantidade de água que alguém deve consumir por dia: pessoas com condições como insuficiência cardíaca ou pedras nos rins, por exemplo, podem precisar de uma quantidade diferente de alguém que toma medicamentos diuréticos. A ingestão diária também pode ser alterada nos casos de vómito e diarreia.


Artigos relacionados
Comentários
Loading...