Coisas que deve retirar (já) do seu guarda-roupa

E sinta-se mais lev e, claro, organizada.

Peças que não usa há mais de seis meses
Peças que não são usadas durante um certo período, e que muitas vezes nem nos lembramos da existência, devem ser tiradas do guarda-roupa.

Peças que já não servem
Quem ganhou ou perdeu peso sabe a dor que é perder roupa, principalmente se é uma de suas preferidas. Mas guardá-las para se tornar numa meta de emagrecimento, ou que você jura que algum dia procurará uma costureira para ajustá-la não é uma das melhores ideias.

Peças velhas ou estragadas e sem arranjo
O melhor a fazer com essas peças é retirar sem pensar duas vezes.

Roupas que não usa por se sentir incomodada
Peças que piquem na pele, que magoem os pés. Leve isso em conta quando está comprar: quanto mais confortável for a sua aquisição, melhor!

Roupas e acessórios comprados por impulso e que não condizem com sua rotina ou estilo
Roupas e calçado que ficam em desuso muitas vezes são o resultado de uma compra feita por impulso.

Caixas ou sacos de papel
Evita baratas e traças dentro do guarda-roupas. proteja a roupa mais delicada, calçado e acessórios da humidade e pó armazenando-as em sacos de TNT ou cestos de plásticos.

Roupas e acessórios guardados somente por apego emocional
Caso o valor sentimental seja muito grande, a ponto de não querer desfazer-se coloque-o numa caixa de recordações.

Presentes dos quais não gostou
O melhor é oferecê-lo a alguém que goste mais ou que precise.

Peças duplicadas
Ter duas blusas da mesma cor, vestidos parecidíssimos, vários sapatos iguais é muito mais uma forma de criar volume no guarda-roupas do que ter mais opções para vestir.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...