É urgente diminuir os casos de violência contra a mulher. Fique atenta a estas atitudes e denuncie

Os números impressionam, por isso é importante falar. Tome atenção a estes sinais e, por favor, denuncie.

Interfere nas roupas da companheira
“Você já é bonita, não precisa dessa roupa. E se é para mostrar aos outros não quero que use”, faz parte do discurso do agressor. Com ele, vai gradualmente impedindo que a companheira vista certo tipo de roupa, como peças mais justas ou mais curtas, decotes e até acessórios, por exemplo, brincos e colares.

Controla o telemóvel, o computador e as redes sociais
Muitas vezes, o agressor confisca o telemóvel ou o computador da mulher e exige que ela lhe dê a senha das redes sociais. O objetivo é invadir a privacidade e vigia-la sempre. É crime.

Humilha a companheira
Humilha a parceira com frequência, em casa ou em público, para controlar a mulher e sobressair. Cada injúria lançada pelo companheiro não é “inofensiva”, é violência psicológica em forma de palavrões e/ou obscenidades.

Manda em tudo
Esse tipo de homem acredita que tem poder sobre a mulher. Por isso, quer ter o controle e mandar em todas as situações, determinando o que é ou não permitido a ela.

Interfere nas relações sociais
Acaba com as relações sociais da companheira. Além de a afastar das amigas e colegas, o agressor costuma agir para afastá-la da família e dos demais parentes. O objetivo é isolá-la para que o controle sobre ela seja cada vez maior.

Todos os casos  descritos colocam a integridade e a vida da vítima em risco. Denuncie!

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...