Fatores que podem reduzir o desejo sexual

Ter uma vida sexual saudável é sinónimo de bem-estar.

Por isso que devemos reconhecer os fatores que estão a reduzir o desejo sexual e procurar soluções.

Stress
Este é um dos problemas que mais afeta, mas ao qual muitos não dão atenção. Apresentar altos níveis de stress faz com que a produção de cortisol aumente e a testosterona diminua. Em resultado, pode ocorrer a ausência de desejo sexual.

Consumo de alguns medicamentos
Um caso muito comum é o consumo de pílulas anticoncecionais, pois estas estão associadas, principalmente no início do uso, à redução da libido. No entanto, o efeito costuma desaparecer com a continuidade.

O mesmo efeito é provocado por alguns anti-histamínicos ou antidepressivos tricíclicos.

Trauma devido a uma má experiência
Passar por experiências desagradáveis ​​também é um fator bastante comum que reduz o desejo sexual. Isso geralmente acontece quando a pessoa não está completamente confortável com o parceiro ou quando houve uma ação que pareceu insatisfatória. Se está com um parceiro em quem sente confiança, a melhor solução é manter a comunicação e alcançar o equilíbrio entre os dois. 

Problemas de autoestima e segurança
A saúde mental é um pilar fundamental para qualquer ser humano, pois influencia a forma como se relaciona com os outros e a sua autoestima. Se alguém está a passar por problemas de autoestima e segurança, é possível que sinta o seu desejo sexual diminuir.

Aquelas pessoas que não aceitam o próprio corpo e que apresentam baixa autoestima podem sofrer com a ausência total do desejo sexual. Isso significa que alguém que tem uma perceção má de si mesmo se sentirá incapaz de satisfazer o seu parceiro ou mesmo de desfrutar plenamente da experiência.

Excesso de álcool e drogas
Levar uma vida de excessos e abuso de substâncias, como álcool e drogas, também influencia a redução do desejo sexual. Embora, em princípio, essas substâncias possam estimular o desejo de fazer sexo, em quantidades excessivas elas causam fadiga e até disfunção erétil.

 

Privação de sono
As consequências de não dormir bem são fatais para o corpo, por isso é vital garantir que se cumpre o ciclo de sono diário. Quando uma pessoa dorme pouco, apresenta sintomas como fadiga, ansiedade ou stress. Todos esses fatores influenciam os conflitos entre os casais.

Alimentação deficiente
Talvez este ponto não seja tão óbvio, mas a influência da dieta é evidente quando se trata de manter o desejo sexual com o seu parceiro. Se você não faz refeições equilibradas  ou se a sua dieta é pobre em proteínas, o nível de testosterona cai.

Monotonia
No momento em que um relacionamento se inicia, tudo é novo, então a paixão e a emoção permanecem presentes. Isso também se aplica à intimidade sexual, mas esse estágio de euforia diminui com o passar do tempo, tornando-se rotina.

O ideal é variar e experimentar na intimidade.

Problemas de comunicação 
A monotonia é um dos principais fatores que fazem com que o desejo sexual diminua com o tempo. Daí a importância de ter uma comunicação eficaz com o parceiro, para que possam encontrar um ponto médio de satisfação para ambos.

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...