Fontana di Trevi todos a conhecemos dos filmes, mas sabia que “esconde” espaço arqueológico no subsolo?

E este pode ser visitado. Contamos tudo aqui.

Chamada de Vicus Caprarius a área foi descoberta entre 1999 e 2001, durante a reforma do Cinema Trevi.

Encontra-se a nove metros de profundidade da fonte e esconde obras da era imperial, um incrível testemunho da vida urbana da Roma antiga.

Ali encontram-se peças em mármore, decorações refinadas, como a famosa cabeça de Alessandro Hélio, um dos filhos gêmeos de Cleópatra e Marco António, ânforas africanas para transportar óleo, estátuas, jarros, facas e garfos, e mais de 800 moedas.

A visita tem o preço de  4 euros e é realizada sobre uma ponto.


Artigos relacionados
Comentários
Loading...