Gordura na urina? Conheça 5 motivos que explicam essa anomalia

A forma como a urina se apresenta pode ser um indicativo de como está a saúde e deve ser levada em consideração de forma contínua

Além da diferença nas cores que aurina apresenta, ainda há outro aspeto que merece atenção: a presença de gordura na urina.

Mudanças na alimentação

A presença de gordura na urina pode ocorrer por mudanças na dieta. Tanto é que até mesmo uma alimentação com baixo teor de carboidratos e o jejum prolongado são o suficiente. Por serem capazes de desencadear algumas alterações, uma das consequências é que o organismo entre em estado de cetose.

Internamente, o que acontece é que na ausência de carboidratos para queimar, o corpo acaba obtendo na própria gordura a sua fonte de energia.

Desidratação

A desidratação também pode ser um motivo. Neste caso, outros sintomas deixarão bem claro que a falta de água no organismo está a manifestar-se, como sede, sensação de boca seca, dor de cabeça e tontura.

Um outro sintoma decorrente da desidratação é que a urina também pode apresentar um cheiro mais forte e uma coloração mais escura, dada a maior concentração de resíduos.

Excesso de vitaminas

Quanto aos suplementos alimentares, é justamente o excesso que pode resultar na presença de gordura na urina. Isso vale especialmente para as vitaminas do complexo B e a vitamina C, e acontece porque o  corpo não armazena mais do que o necessário para a sua manutenção.

Um dos destinos do que é descartado é a urina.

Diabetes

A ocorrência de doenças, a exemplo da diabetes, podem ser o motivo dessa aparência diferente da urina. Isso destaca o alerta: se nenhuma das causas anteriores foi o resultado dessa mudança, é importante procurar o médico e realizar os exames necessários para descartar essa hipótese.

Mas problemas nos rins, decorrentes de causas variadas, por sua vez, também fornecem uma outra possível explicação para a presença de gordura na urina.

Problemas renais

Quando falamos de problemas renais, a lipidúria é outro distúrbio que resulta na eliminação de gordura pela urina e merece destaque. Essa condição, por sua vez, tem relação estreita com a síndrome nefrótica, que pode ser tanto ser adquirida geneticamente, quando decorrente de causas secundárias, como diabetes, lúpus, hepatite e problemas cardíacos.

Esta doença renal caracteriza-se pela excreção excessiva de proteínas pelos rins, de modo que a urina fica com uma aparência mais espumosa.

 

Ler Mais