Há vacinas falsas contra a Covid-19? Sim, e são pagas em Bitcoin

A investigação da Check Point dá conta que estão a ser vendidas vacinas na ‘darknet’ por 0,01BTC – bitcoin – ou seja, aproximadamente 245,53 euros.

Há vacinas contra a Covid-19 que estão a ser vendidas em sites da Internet (na ‘darknet’) e sem certificação ou garantia de qualidade e segurança, de acordo com o Correio da Manhã (CM). As vacinas chegam a custar, em alguns casos, cerca de 240 euros.

Trata-se de uma prática ilegal, já que as vacinas contra a covid-19 só devem ser vendidas e administradas por entidades devidamente competentes.

No último relatório divulgado pela empresa global de segurança cibernética Check Point Research foram encontradas publicações na Internet de várias fontes que dizem ter “vacinas contra o novo coronavírus” ou “remédios para venda”, como o fosfato de cloroquina.

Estes fármacos estão a ser essencialmente pagos com Bitcoin, uma vez que este método diminui a probabilidade de rastreamento. O relatório da Check Point indica que se trata de um alerta para a autenticidade do que está a ser comercializado, já que os pagamentos por Bitcoin não estão necessariamente ligados a uma pessoa na maioria das transações.

A investigação da Check Point dá ainda conta que estão a ser vendidas vacinas na ‘darknet’ por 0,01BTC – bitcoin – ou seja, aproximadamente 245,53 euros.

A agência responsável por garantir o cumprimento da legislação da União Europeia – a Europol – já veio alertar para o facto de a vacina contra a Covid-19 não estar disponível para venda na Internet.

 

 

 

(artigo originalmente publicado no site Executive Digest)

 

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...