Qual a hora certa para praticar desporto?

E que atividades se adequam a cada altura do dia? Nós ajudamos a decidir o melhor para si.

A consciência sobre os benefícios do desporto tem vindo a aumentar. A prática de exercício físico enche ginásios, junta grupos de corrida e jogadores amadores ao fim do dia. Ser ativo é cada vez mais uma prioridade, pela sua saúde, refere o site medis.pt.

A atividade física reduz o risco de doença coronária, de hipertensão, de ataque cardíaco, de diabetes de tipo 2, síndrome metabólico, de cancro da mama e de depressão, entre outros. As vantagens da atividade física são reconhecidas, contudo para potenciar os seus benefícios, a Organização Mundial de Saúde (OMS) avisa que a prática desportiva tem de seguir recomendações precisas.

Existem modalidades mais aconselháveis em função da idade, bem como horários próprios para se exercitar. Descubra a hora certa para entrar em ação.

PELA MANHÃ: COMECE O DIA A CORRER
Acorde cedo, equipe-se, saia de casa e faça exercícios de alongamentos durante alguns minutos para evitar lesões musculares. Prossiga com uma corrida matinal, por exemplo de 30 minutos.

A corrida é indicada, segundo a OMS, para melhorar a capacidade cardiorrespiratória e a saúde muscular. Como exemplifica o Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física da Direção-Geral da Saúde correr duas a três vezes por semana (treinos com a duração de 25 ou 40 minutos) permite preencher a quota semanal de atividade física recomendada.

Embora seja simples correr nas férias, regressar ao trabalho não implica desistir. Nessa altura, pode optar por uma caminhada matinal até ao trabalho ou por deslocar-se de bicicleta.

Faça exercício três vezes por semana, combinando atividades moderadas com vigorosas (aulas de grupo, natação, treino personalizado e musculação).

À TARDE: ENERGIA EM ALTA
Caso o seu ritmo de vida não lhe permita praticar exercício de manhã, saiba que a tarde ainda é uma opção melhor para realizar exercícios de aeróbica, pilates e musculação, entre outros.

Investigadores têm vindo a comprovar que, entre as 16h e as 20h, o ser humano tem maior resistência, capacidade aeróbica e melhor reação.

Num estudo realizado com jogadores de futebol, o melhor nível de desempenho físico verificou-se neste período. A ciência explica que, a esta hora do dia, a temperatura do corpo e a maior produção hormonal, como a testosterona, tornam os músculos mais flexíveis e favorecem o desempenho.

À NOITE: EXERCÍCIO Q.B.
Praticar exercício físico à noite não reúne consenso científico.

Alguns especialistas do sono desaconselham a prática de exercício físico ao fim do dia. Como principais razões apontam o aumento da temperatura corporal e da frequência cardíaca, além de induzir a produção de neurotransmissores estimulantes como a epinefrina (adrenalina).

Por seu lado, a National Sleep Foundation defende que o exercício tem efeitos positivos na qualidade do sono, seja em que altura do dia for.

A Harvard Medical School também procedeu a uma investigação sobre o tema e concluiu que o exercício pode promover uma boa noite de sono, desde que haja um intervalo mínimo de três horas entre a atividade física e o momento de dormir.

Respeite esta regra e, em caso de dúvida, siga os sinais do seu organismo. Se nota agitação depois do desporto tardio, opte por uma caminhada relaxante ou 15 minutos de ioga.

DICA
De acordo com a OMS, um adulto em idade ativa deve praticar semanalmente, no mínimo, 150 minutos de exercício físico de intensidade moderada ou 75 minutos vigoroso ou uma combinação entre os dois.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...