Sabe quais são os 5 tipos mais importantes de intimidade?

Os casais mais felizes tendem a saber conectar-se de inúmeras formas saudáveis.

A intimidade é algo fundamental para o sucesso de uma relação. Este não é apenas um aspeto que está na moda discutir. Ao contrário do que muitos podem pensar a intimidade é um tema bastante mais profundo e complexo que vai bem além da questão carnal ou sexual.

Sendo certo que a intimidade pode estar relacionada com o toque entre as pessoas, a verdade é que pode ser muito mais do que isso. A intimidade é a capacidade que temos de estar próximos não só fisicamente, mas sobretudo emocionalmente. É o desejo de manter uma conexão intensa, confortável e segura com uma outra pessoa ou grupo.

[Leia também: Estes são os segredos dos casais mais satisfeitos sexualmente]

É frequente que uma das principais causas para o afastamento de um casal esteja relacionada com a perda progressiva de intimidade. É necessária uma enorme vulnerabilidade para permitir o crescimento e desenvolvimento saudável de uma relação. Infelizmente o casal pode perder essa capacidade ou interesse.

A complexidade associada ao conceito de intimidade torna toda esta análise mais difícil. Todos os diferentes tipos de intimidade e as suas distintas componentes podem influenciar o sucesso do relacionamento. É essencial estarmos conscientes destes elementos e saber cuidar deles da melhor forma possível.

Eis os 5 tipos de intimidade mais essenciais que deve conhecer e saber fortalecer.

 

  1. Intimidade emocional

Este é sem dúvida o tipo de intimidade mais relevante para o bem-estar de um casal. Conseguir conectar e interligar a nossa mente e sentimentos com o nosso parceiro é um sentimento sem igual. A intimidade emocional está relacionada com a capacidade de partilhar livremente as nossas experiências e emoções com o outro sem receio. Conseguindo aceitar sem reservas os defeitos e qualidades do nosso parceiro

Infelizmente este pode ser um aspeto difícil de trabalhar por muitos casais. O medo de ser julgado ou de magoar a outra pessoa leva-nos a não querer partilhar as nossas vivências de uma forma livre e sincera.

  1. Intimidade física

A forma mais comum de intimidade está relacionada com a capacidade que as pessoas têm de se tocar e olhar mutuamente. Esta fase de intimidade é atingida sempre que as pessoas se sentem confortáveis em relação aos sentimentos e atitudes do outro. A atividade sexual, os abraços, os beijos ou o dar as mãos são tudo exemplos de exercícios de intimidade, com intensidades variáveis.

  1. Intimidade intelectual

Este é um tipo de intimidade crucial para a parceria e amizade que se deve estabelecer entre o casal. A partilha de pensamentos e opiniões sobre coisas de que gostamos (ou não) é um exercício de intimidade que obriga a uma grande vulnerabilidade intelectual. Ser capaz de conversar e discutir planos de uma forma saudável com um parceiro é algo que inevitavelmente os acaba por aproximar. A partilha de informações e opiniões deve ser assim estimulada, garantindo que o tempo passado em conjunto é gratificante e entusiasmante.

  1. Intimidade espiritual

A intimidade espiritual deve servir como ponto de partida para todos os outros tipos de intimidade. Podendo estar ou não relacionada com aspetos religiosos, o importante aqui é assegurar que existem momentos de alinhamento espiritual que aproximem o casal. Este tipo de espiritualidade conjunta deve servir como forma de inspirar um futuro partilhado por ambos. Ser capaz de sentir gratidão pelo que têm, ser capaz de meditar e prometer ultrapassar certos desafios conjuntos, são alguns exemplos deste tipo de intimidade.

  1. Intimidade recreativa

Muitos casais procuram ativamente encontrar formas de conseguir sentir um maior entusiamo e alegria nas atividades recreativas que desempenham em conjunto. É fundamental para o bem-estar do casal conseguir sentir prazer com certos rituais ou experiências partilhadas que tragam alguma alegria e serenidade ao seu dia. Fazer desporto em conjunto, ir ao cinema, ir ao parque passear ou fazer uma simples caminhada são alguns exemplos que podem ser relevantes para a vida do casal. Sempre que o tempo conjunto é passado a fazer uma qualquer atividade que ambos apreciam, isso irá contribuir para aumentar a felicidade do casal.

 

[Leia também: Estão as relações monogâmicas destinadas a fracassar? Eis 3 factos científicos que prometem fazê-lo pensar]

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...