Sabia que dormir demais pode aumentar o risco de demência?

É a conclusão deste estudo.

A hora a que vai deitar e quanto tempo dorme pode afetar o risco de desenvolver demência e declínio cognitivo, afirma um novo estudo realizado em conjunto por investigadores da China, Suécia e Reino Unido.

O estudo incluiu cerca de 2 mil idosos na China que não tinham demência no início; 97 participantes foram diagnosticados com demência ao fim um período médio de acompanhamento de 3,7 anos. «Observámos que os problemas de sono e o declínio cognitivo são conhecidos por estarem ligados à demografia: idade, sexo e educação, sendo que encontrámos um fator de risco genético bem estabelecido para demência que tem sido associado à curta duração do sono».

Os resultados «mostraram um risco 69% maior de demência em indivíduos que dormiam mais de oito horas, em comparação com dormir de sete a oito horas, e um risco duas vezes maior de pessoas que dormiam antes das 21h contra 22h ou mais tarde», referem os responsáveis.

 


loading...
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

2 + 2 =