Saudades dos tempos de solteiro? Estas são as coisas de que (provavelmente) sente mais falta

Estar casado pode trazer muita felicidade, mas secretamente todos concordamos com estes pontos.

Todos gostamos de nos sentirmos amados. É ótimo saber que partilhamos a nossa vida com uma outra pessoa especial que nos completa e nos ajuda a enfrentar quaisquer desafios. A nossa vida torna-se melhor por causa disso. No entanto apesar de toda a parte “boa”, estar num casamento ou numa relação de longo-prazo significa também uma tremenda perda de liberdade.

A verdade é que deixamos de poder fazer tudo aquilo que queremos, quando queremos. Adaptamos os nossos hábitos e rotinas à sensibilidade da outra pessoa com que dividimos o nosso espaço mais íntimo. Na maioria dos casos esse ajuste pode ser mais fácil ou mais difícil dependo da personalidade das pessoas. É normal que possa sentir falta de algumas das suas rotinas pessoais antigas.

O importante é que no final do dia, apesar de todas as dificuldades ou incompatibilidade que possam existir, o casal continue a sentir um enorme prazer e felicidade em passar tempo juntos. Eis um conjunto de 10 coisas que provavelmente pode sentir falta agora que já não está tão só.

1. Comer simplesmente o que quiser ao jantar

Quando estamos num relacionamento é natural sentir a obrigação de cozinhar sempre para dois ou pedir comida sempre a contar com a outra pessoa. No passado quando era solteiro o mais provável é que não se preocupasse tanto com as suas refeições. Um pacote de batatas fritas e uma taça de gelado podiam ser opções perfeitamente deliciosas e aceitáveis. Ninguém o podia julgar.

2. Ir onde se quer, sem responder a questões

Para uma pessoa solteira a ideia de no domingo ir dar uma volta ou ir às compras é algo perfeitamente simples. Basta sair de casa e ir sem ter que avisar ninguém. Ora quando nos casamos ou estamos numa relação de longo-prazo isso passa a ser algo quase impossível. A partir desse momento temos a obrigação de dar justificações ao nosso parceiro e de ter em conta os seus sentimentos, não podemos simplesmente desaparecer.

3. Fazer algo que o seu parceiro não aprecia

É muito pouco provável que o seu namorado ou namorada adore tudo aquilo que você gosta de fazer. Alguns dos seus hobbies, como jogar jogos de consola, ver desportos ou ler livros, pode ser algo que a outra pessoa não aprecie, como tal, pode passar a ser difícil encontrar tempo para se dedicar a essas coisas.

4. Dormir sozinho

Poucas coisas sabem tão bem como ter uma cama gigante apenas para si. É certo que normalmente todos os casais gostam de passar tempo juntos na cama. No entanto o ato de adormecer em conjunto pode ser mais complicado do que muitos pensam, principalmente se alguma das partes tiver o hábito de ressonar. Dormir sozinho é uma experiência mais confortável e não será por acaso que existem até muitos casais felizes que preferem dormir separados em diferentes quartos ou camas [Leia também: 10 razões porque não consegue dormir]

5. Sair à noite até tarde

Se o seu parceiro não gosta de grandes saídas à noite então é melhor esquecer as suas habituais noitadas. As sextas-feiras passam a não ser apenas dedicadas aos seus amigos e aos copos. Os compromissos que enquanto casal define para a manhã de sábado acabam por determinar que muitas vezes o melhor é mesmo ir para casa mais cedo.

6. Poder estar exclusivamente concentrado no trabalho sem sentir remorsos

Quando estamos numa relação séria, o nosso trabalho deixa absolutamente de ser a nossa principal prioridade. O facto de termos que considerar as necessidades da outra pessoa faz com que não possamos exclusivamente pensar na nossa realidade e naquilo que estamos disponíveis a sacrificar para chegar mais longe nas nossas carreiras.

7. Ver televisão sem interrupções ou julgamentos

Todos sentimos isto. Existem sempre aquelas noites em que tudo o que apetece é simplesmente ficar em frente à televisão a ver programas parvos ou séries de que gostamos muito. No entanto o mais provável é que estes momentos se tornem cada vez mais raros. Quando estamos numa relação o habitual é termos que escolher programas e filmes em conjunto… processo este que habitualmente demora horas e horas.

8. Tomar decisões sozinho

Vão sempre existir momentos em nos apetece simplesmente decidir algo sem pensar no nosso parceiro, ignorando as suas necessidades. Poder decidir comprar algo substancial, onde jantar ou tomar uma qualquer decisão importante sem ter que consultar primeiro o parceiro é um luxo raro.

9. Falta de espaço pessoal

Damos por garantida a importância do nosso espaço pessoal. É apenas quando começamos uma relação e passamos a partilhar uma mesma casa que percebemos a real importância que ter um local só para nós pode ter. Misturar escovas de dentes com gilletes não é uma experiencia agradável. Ter que esperar que alguém saia do banho para poder entrar na casa-de-banho pode inclusive levar muita gente ao desespero.

10. Flirtar e a sensação de um novo amor

Isto é algo muito habitual. Depois de anos e anos de convivência é natural que o casal entre numa espécie de rotina. Já se conhecem perfeitamente, sabem o que cada um gosta e não gosta, como tal perde-se um pouco da excitação associada a conhecer uma nova pessoa. Os jogos de sedução passam mais facilmente a ser coisas do passado. Poucas coisas se comparam ao entusiamo de conhecer alguém novo. Alguém que sentimos ter o potencial para ser especial. Sendo certo que isto é algo que pode sentir saudade deve sempre sentir-se reconfortado com a ideia de já ter encontrado o seu par ideal e de estar agora a viver uma gratificante vida em conjunto.

[Leia também: Sabe lidar com os conflitos no seu relacionamento? Eis como os casais felizes o fazem, segundo especialistas]

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...