Vida depois dos 60 anos? Eis 5 coisas importantes que deve saber

Independentemente de já ter atingido este marco ou de apenas se estar a aproximar, eis algumas sugestões que podem ajudar a perceber o que pode esperar desta nova fase.

Envelhecer com saúde é porventura uma das maiores bênções que podemos receber. Chegar aos 60 anos deve ser celebrado como uma enorme conquista e não como algo que receamos. Especialmente as mulheres tendem a não aceitar bem os “efeitos do tempo”. Temem já não possuir a mesma vitalidade, beleza ou jovialidade.

Esta é uma ideia que deve ser desconstruída. Atingir os 60 anos deve ser percecionado como uma excelente oportunidade de analisarmos a nossa vida até então e definir que rumo desejamos dar à mesma nesta nova fase. Uma oportunidade única para passarmos a cuidar melhor de nós mesmos e de todos aqueles que nos rodeiam.

[Leia também: Porque é que Bill Gates diz que é mais feliz aos 60 anos do que aos 25?]

Eis alguns conselhos e recomendações que deve conhecer e que podem ajudar assegurar uma maior bem-estar após os 60 anos.

 

  1. Torne-se o herói da família

A partir desta idade é provável que comece a ter mais tempo para se dedicar à família. Especialmente após a reforma, deve aproveitar para estreitar ao máximo os elos de ligação com os seus filhos e netos. Caso tenha tido a felicidade de conseguir poupar algum dinheiro ao longo da sua vida, este é igualmente a oportunidade de apoiar financeiramente as gerações futuras, caso necessário. Crie um fundo de poupança em nome dos seus netos e vá doando todos os anos um valor monetário. Isto pode ser algo determinante para os ajudar mais tarde a iniciar a sua vida adulta.

 

  1. Pode ser mais fácil criar novas amizades

Ao contrário de gerações anteriores, atualmente é mais simples do que nunca assegurar que as pessoas se mantêm conectadas. Com o auxílio da tecnologia e das redes sociais é agora possível melhor manter e criar relações de amizade. Ou até amorosas. Procure juntar-se a grupos online de pessoas que partilhem os mesmos tipos de interesses, volte a conversar com amigos do seu passado. De resto aproveite o seu tempo extra para fortalecer presencialmente os seus relacionamentos. Nada substitui um convívio num café com um bom amigo ou familiar.

 

  1. Reduza as suas posses e faça algum dinheiro extra

É provável que ao chegar a esta nova fase da sua vida tenha acumulados um conjunto de coisas que porventura não acrescentam grande valor à sua vida. Esta deve ser a oportunidade ideal para analisar todas as suas posses e perceber exatamente o que deseja manter e aquilo que pretende eliminar. O seu excesso pode ser doado ou vendido. É provável que seja capaz de obter algum rendimento extra ao vender certas mobílias ou artigos valiosos.

Procure igualmente perceber se esta será a altura ideal para substituir a sua casa de família por algo mais pequeno, conveniente, que assegure um maior conforto nos anos finais da sua vida. Esta é uma decisão importante que deve ser bem ponderada mas que não deve ser ignorada.

 

  1. Escreva uma “carta de amor” à sua família

Aqui não estamos a falar de uma carta repleta de frases amorosas e desenhos de corações. Em alternativa, falamos da importância de criar um documento escrito – que mais tarde partilhe com a sua família – onde constam algumas das suas informações financeiras, legais e de saúde mais relevantes. Uma lista dos seus seguros, dos seus investimentos, contas bancárias, nomes dos seus advogados e médicos, etc. Este pode ser considerado um gesto de amor, na medida em que irá simplificar a vida dos seus filhos quando “partir”. É um gesto simples, mas importante, que assegura que vai minimizar qualquer conflito ou confusão na altura do seu falecimento.

 

  1. Torne-se a sua prioridade

Uma das enormes vantagens de chegar aos 60 anos é saber que os seus filhos são já adultos. Isso significa que já não necessitam de um acompanhamento tão próximo. Não necessitam do seu apoio financeiro. Isto oferece-lhe agora uma maior liberdade para aproveitar mais a sua vida e para cuidar de si. Sendo certo que a sua família deverá ser sempre uma das suas principais prioridade e uma fonte de enorme felicidade, é fundamental que seja também capaz de construir a sua vida de forma autônoma. Aproveite por exemplo para perseguir alguns dos sonhos que não tenha sido capaz de concretizar. Dedique grande parte do seu tempo a cuidar do seu próprio bem-estar. Apenas assim poderá depois “cuidar” melhor de todas os outros.

 

 

[Leia também: 10 arrependimentos comuns (e cruéis) depois dos 50 anos]

 

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
Loading...