Filme “Vox Lux” destaca doenças do século XXI

Protagonizado por Natalie Portman e Jude Law, o filme estreia hoje nos cinemas portugueses.

A película, realizada por Brady Corbet, faz uma leitura atual da sociedade global, com foco no fenómeno da criação de símbolos e do culto da celebridade, e no auxílio dos media, através da personagem Celeste (Natalie Portman). A banda sonora de “Vox Lux” tem canções compostas pela cantora australiana Sia, responsável por muitos singles de sucesso da música pop, e colaboradora de bandas sonoras de filmes como “Star Trek: Além do Universo” ou “Lion – A Longa Estrada para Casa”.

Natalie Portman, vencedora do Óscar de Melhor Atriz em 2017, desempenha o papel de uma superestrela da música pop, que na adolescência vivenciou uma tragédia nacional. Na sequência do mesmo, Celeste transformou-se num ídolo americano e uma superestrela global. Durante esse processo contou com a ajuda da sua irmã (Stacy Martin) e do seu talentoso produtor (Jude Law).

O segundo filme de Brady Corbet, “Vox Lux”, é também o nome do sexto álbum de Celeste, a inimitável e irreverente estrela pop, que volvidos 18 anos, se prepara para voltar aos grandes palcos, depois de um escândalo ter abalado a sua carreira.

Assim, a ação do filme decorre na digressão de promoção deste álbum mais recente da personagem interpretada por Natalie Portman, durante a qual Celeste vai ser confrontada com alguns problemas pessoais e familiares resultantes da fama e de um certo estado de alucinação.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...