6 custos bancários que nem sabia que existiam (e pode evitar)

As comissões bancárias são uma das fontes de rendimento para as instituições financeiras e, como tal, é natural que cobrem pelos serviços prestados. Contudo, como cliente, deve estar atento ao que paga. Há serviços onde, provavelmente, não sabia que estavam a ser cobradas comissões bancárias e com os quais pode reduzir os custos bancários. Nesse sentido, organizámos uma pequena lista com comissões bancárias que provavelmente desconhecia. Até porque já sabe: a melhor forma de ser poupado é mantendo-se informado.

Custo bancário fácil de evitar: memorize sempre o PIN

Sabia que o esquecimento do código PIN do cartão Multibanco ou do cartão Visa pode significar um custo bancário acrescido? Sim, pode pagar até 12 euros por causa deste esquecimento. Portanto, tenha sempre o código memorizado e – se possível – apontado num sítio seguro (por exemplo, num cofre).

Não deposite as moedas todas de uma vez

E sabia que se depositar moedas acima das 100 unidades de cada vez ser-lhe-á cobrada uma comissão para o efeito? É verdade. Aqui vai o nosso (óbvio) conselho: não deposite as moedas todas de uma vez, faça-o em montantes em que não seja cobrada uma comissão.

Para cortar nos custos bancários, corte na papelada

Um custo perfeitamente evitável é na “papelada” que a instituição emite, na forma de diferentes tipos de comprovativos. Por exemplo, a documentação relativa a prestações mensais a pagar com empréstimos ou o valor de crédito que resta pagar têm custos associados.

Pedidos de informação por escrito também pesam nos custos bancários. Estes comprovativos podem chegar, por vezes, até à casa dos 50 euros ou acima disso.

Renegociar crédito pode ser bom, mas também tem custos associados

Sim, renegociar um crédito pode significar poupanças mas também é indicativo de algumas despesas. O pagamento destas comissões pode mesmo chegar às centenas de euros.

O nosso conselho: uma outra forma de diminuir as suas prestações mensais (redução esta que pode chegar aos 60%) é optar por um crédito consolidado. Basicamente junta todos os seus créditos todos num só. Sabe onde o escolher? Veja aqui.

É bom que não se engane a fazer transferências

Ao fazer uma transferência bancária é bom que tenha muita atenção ao IBAN que introduz. Sim, porque se fizer uma transferência bancária com o IBAN errado e a quiser anular, vai ter que pagar uma comissão para o efeito.

Alterar a titularidade da conta pode ser uma despesa

Às vezes, sobretudo por motivos de alteração do estado civil, é necessário recorrer à alteração da titularidade da conta bancária. Estas comissões de alteração da titularidade podem rondar os 5 euros, embora haja bancos que o façam gratuitamente.

O que pode fazer para contrariar isto? Para fugir a esta situação pode sempre cancelar esta conta e abrir uma nova. É gratuito.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Arranca a segunda edição do From Start-to-Table
Automonitor
Audi assinala os 25 anos de desportivos RS