Black Friday: 5 estratégias que pode aplicar no maior dia de descontos

Para tirar o máximo proveito do dia das promoções em quase todas as lojas precisa de alguma prática, planeamento e a estratégia mais adequada ao seu objetivo.

Falar em Black Friday, em 29 de novembro, é, sem dúvida, falar no maior dia de descontos do ano. Porém, aproveitá-lo da melhor forma exige uma estratégia certa para o objetivo traçado para o mesmo. Alguns compradores e especialistas em compras, em declarações ao site Considerable, explicaram quais são as suas melhores histórias da Black Friday, de anos anteriores, e como o leitor se pode preparar para evitar as piores.

«Espere o inesperado»

A professora de negócios da Columbia Business School Vicki Morwitz, que também passou anos como cliente durante a Black Friday, atualmente mantém a essa tradição anual que tinha com a mãe mais à distância. Por exemplo, no ano passado, quando, por um capricho, viu uma venda de viagens para um hotel boutique de luxo, aproveitou para reservar a sua viagem a Israel.

De surpresa, Morwitz reparou na existência de um desconto de 50%, na venda da Black Friday, que já «estava na minha faixa de preço, e eu reservei e fiquei muito, muito feliz».

Dica: Verifique os sites das suas lojas e empresas favoritas na Black Friday, não importa o quão obscuro. Algumas marcas de luxo podem oferecer descontos, mesmo que raramente sejam colocados à venda na loja.

«Acompanhe as subidas e descidas do preços»

De acordo com um estudo recente, são muitas as pessoas que pretendem fazer compras na Black Friday deste ano. Todavia, o investigador, Danny McLoughlin, que é o diretor de conteúdo e pesquisa de um site de análise de preços, estudou dados dos últimos três anos para milhares de sapatilhas e informou que o seu valor era mais baixo em 66%, de 1 de agosto de 2018 a 31 de julho de 2019, do que na Black Friday.

Dica: Comece a controlar os preços agora. Dessa forma, pode saber o valor do desconto, se houver, de determinado produto.

«Não crie pressões ou ansiedade»

Ao pesquisar ofertas nesta temporada de férias, lembre-se que não há necessidade de se limitar à Black Friday. Segunda é tempo da Ciber Monday e depois os saldos vêm já em janeiro. A blogger da AllThingsTarget Christy Palmer, diz que as ofertas da Black Friday já estavam disponíveis antes e algumas ainda podem estar depois.

Palmer esclareceu que «muitas lojas online iniciam as vendas na Black Friday antes da Black Friday, para que o cliente possa frequentemente obter as ofertas desejadas e nem precisar sair de casa». Alguns preços iguais ou superiores também eram visiveis, «mesmo após o término da Black Friday».

Dica: Mantenha os hábitos de compra após a Black Friday. Acompanhe a variação dos preços, inscrevendo-se em listas de distribuição e aproveite as promoções.

«Fique em casa e aproveite as vantagens do online»

Na Black Friday, a blogger Lydia Senn não se incomoda a ir à loja fazer compras, quando as pode realizar online em casa «de pijama com uma chávena de café na mão e a Netflix na televisão». A escritora também não interrompe o seu tempo da família no Dia de Ação de Graças (evento norte-americano) para fazer compras.

Lydia Senn encontra ofertas de destaque online após uma preparação para compras, que inclui o mapeamento de uma lista de compras e a visualização de anúncios da Black Friday online em sites das lojas com promoções.

Dica: Evite as multidões, pois as ofertas da Black Friday também chegam a sua casa. As vendas online geralmente acontecem a partir do dia de ação de graças (quarta quinta-feira do mês de novembro) e a segunda-feira seguinte, a Cyber Monday.

«Foque-se nas suas necessidades»

O web developer norte-americano Ravi Gehlot faz compras o ano inteiro, inclusive na Black Friday. De facto, foi quando ele obteve grandes descontos em monitores. Mas, apesar dessa proeza na busca de acordos, Gehlot pode ter o melhor conselho de todos: «não compre apenas para fazer compras».

Dado o seu sucesso no passado ao conseguir gozar de grandes descontos, Ravi Gehlot não pretende ir às compras este ano, porque «realmente não preciso de nada no momento».

Dica: Planeie e concentre-se nos produtos de que precisa e mantenha-se firme nessa lista durante as vendas da Black Friday.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Black Friday 2019 em números
Automonitor
FIA escolhe Braga como palco do Hill Climb Masters 2020