Depois da pandemia Covid-19, chega a endemia. Mas o que é ela, exatamente?

Duas palavras que entraram no nosso dia-a-dia. Em fevereiro de 2020 todos nos habitámos à pandemia. Dois anos depois é substituída por endemia.

Endemia é um processo de tipo patológico que subsiste de maneira estacionária numa determinada área por um período prolongado.

Uma doença endémica pressupõe a existência de um elevado número de indivíduos afetados ao longo dos anos, além das possíveis flutuações.

Geralmente, as doenças endémicas geralmente são infeciosas.

Na visão do imunologista Anthony Fauci, líder da resposta à pandemia covid-19 nos Estados Unidos, endemia significa «uma presença não disruptiva sem a possibilidade de eliminação [de uma doença]».

De acordo com o especialista, «o coronavírus não será extinto e passará, aos poucos, a afetar os seres humanos de forma similar a outros agentes causadores da constipação comum».

Mike Ryan, diretor executivo do Programa de Emergências da Saúde da OMS, referiu que «nós provavelmente nunca vamos eliminar esse vírus. Depois da pandemia, ele vai tornar-se parte de nosso ecossistema, mas é possível acabar com a emergência de saúde pública».

O médico fez questão de reforçar que endemia não bom, «apenas significa que a doença ficará entre nós para sempre. O que precisamos é de diminuir a sua incidência, aumentando o número de pessoas vacinadas, para que ninguém mais morra [de Covid]».

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...